26.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 23, 2024
- Publicidade -
InícioPecuáriaBovinosSoro de leite na suplementação alimentar do rebanho

Soro de leite na suplementação alimentar do rebanho

Saiba o que é, a composição nutricional e quais as vantagens de utilizar esse elemento para garantir uma rica nutrição dos animais

O soro de leite nada mais é que um subproduto da produção do queijo, ou seja, é o líquido resultante desse processo. Esse líquido possui uma concentração significativa de sais minerais e lactose, bem como uma quantidade moderada de proteína. Embora o percentual total da presença desta não seja tão expressivo, é suficientemente significativo para suplementação alimentar do rebanho.

Em sua composição, também é possível encontrar uma parcela de energia, sendo esse um componente adicional capaz de auxiliar em diversas situações. Esse aspecto confere um potencial de suplementação alimentar para o rebanho em situações específicas; a especificidade ocorre porque a substituição completa do leite pelo soro é inviável. 

Créditos: iStock

As proteínas do soro são ricas em aminoácidos essenciais, fundamentais para o crescimento e a produção de leite. Mas é importante adicionar suplemento à dieta do rebanho, levando em consideração as necessidades nutricionais dele. Outro aspecto do soro de leite é que, embora ele possa servir para atender às necessidades específicas de proteína e energia, é indicado que seja integrado a um plano alimentar bem equilibrado.

Levando em consideração o processamento e a higiene, esse suplemento precisa ser processado para garantir que seja livre de contaminações e microrganismos prejudiciais. O seu processamento e o armazenamento devem ser feitos conforme as normas sanitárias e de segurança alimentar.

É válido ressaltar que, embora o soro seja originado a partir do leite, ele não está apto a fornecer nutrição adequada para as bezerras durante a fase de amamentação, por exemplo. É preciso, também, avaliar se o custo de incorporá-lo na dieta do rebanho é justificado pelos benefícios nutricionais que ele pode proporcionar; caso seja, deve-se incluí-lo de maneira gradual, afinal, mudanças bruscas na alimentação podem causar desconforto digestivo. 

Nesse sentido, é importante consultar um especialista, devidamente capacitado pela faculdade de medicina veterinária, para introduzir o soro na alimentação dos animais, pois há um limite seguro de consumo. Além disso, é preciso desenvolver um plano de transição adequado.

Lembrando que cada rebanho é único, e as necessidades nutricionais podem variar, dependendo de raça, questões relacionadas à lactação, condições ambientais e outros fatores. Recomenda-se sempre consultar um especialista qualificado antes de introduzir qualquer novo suplemento na dieta do rebanho.

ARTIGOS RELACIONADOS

Fazendas de cria: suplementação mineral

Corrigir as deficiências nutricionais, comuns no regime de pastagem, permite exprimir maior potencial produtivo aos animais

A hora de fazer silagem

Estamos num período em que não falta alimento para o gado no pasto, mas ...

Suplementos aceleram ganho de peso de rebanho na seca

Na estação seca, suplementos minerais proteinados são aliados essenciais para impulsionar o ganho de peso do rebanho.

Pecuaristas de Mato Grosso devem registrar marca de fogo no Indea-MT

A medida consta na Portaria nº 214/2022 publicada pelo Indea-MT no mês de setembro. O registro da marca a fogo deve ser feito até o dia 30 de junho de 2023.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!