14.9 C
Uberlândia
quarta-feira, julho 17, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasTecnologia é fundamental para que indústrias de alimentos possam retomar o crescimento

Tecnologia é fundamental para que indústrias de alimentos possam retomar o crescimento

Créditos Pixabay

Dados recentes divulgados pelo IBGE apontam que a produção industrial teve crescimento de 0,6% em julho se comparado com o mês de junho. Porém, se comparado com o mesmo período de 2021, a indústria teve recuo de 0,5%.

Dentro de um cenário econômico instável e flutuante, que ainda sofre grande impacto da política internacional, com a alta dos combustíveis e guerra da Rússia e Ucrânia, e tentando se recuperar depois dos anos em pandemia, o setor industrial tem buscado soluções para tornar processos mais eficientes, reduzir gastos e evitar perda de capital.

Por isso, o uso de tecnologia tem sido peça-chave para que empresas e indústrias possam retomar o quadro de crescimento. Com o advento da indústria 4.0, muitos processos passaram a ser integrados, e tudo isso é possível por conta de como a tecnologia tem chegado no mercado focada em resolver problemas e aumentar a eficiência, tanto de gestão como de produção das indústrias.

“Um processo de informatização pode aumentar muito a produtividade e reduzir as perdas em uma indústria. A porcentagem varia de empresa para empresa, quanto de seu processo está automatizado e quanto pretende investir para aumentar a produtividade. Dependendo da situação, a melhoria pode chegar, no mínimo, em 10% em produtividade, mas temos uma média de 30 a 40% na redução de perdas e aumento de efetividade”, diz Áureo Bordignon, CEO da Golden IT.

A empresa tem desenvolvido, há  mais de 20 anos, soluções inteligentes para empresas e indústrias, especialmente do ramo de Food Service. Ele aponta alguns fatores preponderantes de como um processo bem integrado pode rapidamente encontrar os gaps e aumentar a produção e lucratividade.

Tudo começa na gestão. Muitos gestores, às vezes, caem em uma rotina e não têm tempo para fazer melhorias nos processos. Para isso, é preciso ter ferramentas, como um ERP, que o permita “enxergar” onde estão os problemas nos processos. É fundamental e faz uma diferença muito grande quando o gestor tem a informação que precisa na hora em que precisa. 

No caso de empresas de Food Service, um dos nichos de expertise da Golden IT, existem processos e rotinas específicas para esse ramo, e o ERP e soluções implementadas devem levar isso em conta. Com mais de 200 indústrias atendidas, a empresa foi desenvolvendo soluções que atuam desde a gestão de estoques, roteirização de entregas,  automação de forma de vendas. No último ano, por exemplo, eles desenvolveram uma solução que permite o pagamento por Pix aos clientes, como na entrega de um produto, integrado já com a parte financeira da empresa, na qual o sistema faz a baixa automática no sistema e alerta o entregador via push notification. Isso reduziu drasticamente os erros manuais e trouxe agilidade aos processos.

“Quando você começa a fazer customizações para adequar o sistema ao processo é onde começam a aparecer os custos e as dores de cabeça. Falando em indústrias alimentícias, hoje nosso sistema está parametrizado para centenas de cenários, então, do início da implantação até a informatização de 90% da empresa, não precisamos adaptar nada. Isto significa redução de custos e tempo de implantação. Já conseguimos implantar o sistema em uma empresa em menos de 30 dias”, explica o CEO da Golden IT.

Um case emblemático para a empresa foi com a Cymco Alimentos. Mesmo com a pandemia, a empresa conseguiu bom crescimento nas vendas e precisava aumentar a capacidade produtiva, mas não sabia exatamente como. Como a construção de uma fábrica nova é um processo bem demorado, a Cymco precisava resolver problemas pontuais na fábrica atual.

Com uma empresa parceira, a Golden IT desenvolveu a automatização do chão de fábrica, iniciando o processo de digitalização dos apontamentos. Como a Cymco já tinha o ERP da Golden, buscar os dados e trabalhar em cima da automação cortou muitos caminhos. Já na primeira fase, durante a análise, foram identificados os gargalos da produção e feito investimentos assertivos. Desde o início do processo, a empresa teve crescimento de 30% das vendas, conseguindo atender com tranquilidade a demanda. Com isso, a construção da nova fábrica pode ser feita com mais tranquilidade.

ARTIGOS RELACIONADOS

CNH Industrial lança soluções para agricultura digital

Aplicando na prática os conceitos de inovação, servitização e sustentabilidade, AGXTEND amplia portfólio de produtos e serviços das marcas agrícolas do grupo

A fase de enchimento de grãos requer atenção e manejo adequado da soja

Sabemos que até o início do enchimento de grãos cerca de 80 a 90% de todo o investimento na lavoura de soja já foi instalado e está alocado nas folhas, hastes e raízes, porém, é comum observarmos situações onde a cultura apresenta sua estrutura vegetativa muito bem desenvolvida e sadia, mas que muitas vezes não expressa na colheita todo este potencial visual.

50 anos de ferrugem do cafeeiro no Brasil

A ferrugem do cafeeiro, causada pelo fungo Hemileia vastatrix, apareceu no Brasil em janeiro de 1970, na Bahia, e logo se disseminou para todas as regiões cafeeiras do País.

A importância do Plano Nacional de Fertilizantes para a segurança alimentar

Nos últimos anos, tivemos a implementação de políticas públicas muito assertivas para a redução de riscos.Uma delas é a implementação do Plano Nacional de Fertilizantes (PNF), que tem como objetivo central a redução da dependência de importação de fertilizantes pelo Brasil, que hoje é de 85% das nossas necessidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!