Inicio Destaques Tratamento de sementes incrementa a produtividade do feijão

Tratamento de sementes incrementa a produtividade do feijão

0
81

Rafael Rosa Rocharafaelrochaagro@outlook.com

Rayla Nemis de Souzarayla.ns@outlook.com

Engenheiros agrônomos e mestrandos em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola – UNEMAT

Feijão – Fotos: Cristiano de Oliveira

A produtividade da lavoura de feijão depende de uma série de fatores, como clima, região, manejo de pragas e doenças, entre outros. Uma semente com fungos ou atacada por insetos poderá sofrer uma vasta deterioração e, consequentemente, problemas na germinação.

Entre as opções disponíveis que contribuem para o sucesso no campo, o tratamento de sementes está entre as soluções que devem ser levadas em conta pelo produtor. Considerada uma das medidas fitossanitárias mais eficientes, essa técnica potencializa a genética e protege as sementes e plântulas de danos desde o seu contato inicial com o solo – considerado o período mais crítico da lavoura – até o crescimento das plantas.

Além disso, o tratamento de sementes contribui para o desenvolvimento de uma lavoura uniforme e com maior força de enraizamento.

Ameaças à produtividade

Dentre as ameaças que podem comprometer a produtividade da lavoura de feijão no estádio inicial estão pragas como a mosca-branca (Bemisia tabaci raça B) e vaquinha-verde-amarela (Diabrotica speciosa).

Doenças como antracnose (Colletotrichum lindemuthianum), mancha-de-alternaria (Alternaria alternata), mancha-de-fusarium (Fusarium oxysporum f.sp. phaseoli) e podridão-dos-grãos-armazenados (Aspergillus flavus) também podem causar sérios prejuízos ao agricultor.

Mas, dentre essas, a mais agressiva é a antracnose, causada pelo fungo Colletotrichum lindemuthianum, principalmente quando ocorre no início do ciclo da cultura. O tratamento de sementes com fungicidas é uma das alternativas que apresenta bons resultados na prevenção aos prejuízos com esta doença.

Eficiência do tratamento de sementes

No tratamento de semente a inoculação com bactérias fixadoras de nitrogênio ajuda a reduzir em 75% a utilização de fertilizantes nitrogenados por hectare, o que resulta em maior produtividade, segundo a Universidade de São Paulo – USP.

Na prática, a inoculação ainda ajuda a reduzir os custos de produção em até 12%, ou seja, melhora a produtividade e diminui os gastos de produção de feijão.

Pesquisas apontam que o tratamento de sementes de feijão à base de nutrientes, extratos vegetais e aminoácidos resultou em um incremento de 2,1 sacas a mais por hectare. No total, a área que recebeu as soluções teve uma produção de 60 sc/ha, enquanto a testemunha teve uma produção de 57,9 sacas/ha, resultando em um acréscimo de 3,6%.

De forma clara, os benefícios do tratamento de sementes são: sementes tratadas usualmente recebem a adição de compostos químicos que auxiliam na sua instalação e crescimento na lavoura.

Estes compostos possuem atuação fisiológica nas plantas, auxiliando-as a estabelecerem crescimento vigoroso e com melhor aproveitamento do seu potencial produtivo. Esse crescimento é conhecido como efeito fitotônico, que é caracterizado pelas vantagens positivas no crescimento e desenvolvimento das plantas, proporcionado pela aplicação de algum ingrediente ativo.


Os principais compostos são:

● Inseticidas, fungicidas, nematicidas, herbicidas, bactericidas e outros agroquímicos, com a função de combater algum tipo de praga ou doença;

● Micronutrientes: estudos indicam que micronutrientes são elementos essenciais para o processo de germinação da semente;

● Bioestimulantes ou reguladores de crescimento: substâncias compostas por hormônios vegetais ou sintéticos que atuam como promotores de crescimento.


Qualidade é tudo

Semente de alta qualidade, em termos de pureza, genética, vigor e germinação é um dos insumos mais importantes para o sucesso do cultivo e o tratamento de sementes é uma das práticas que pode assegurar estande adequado, plantas vigorosas, atraso no início de epidemias e aumento do rendimento.

Além disso, pode prevenir a entrada de pragas e patógenos veiculados pelas sementes em áreas livres. De um jeito ou de outro, ele melhora a qualidade das sementes e traz muitos benefícios ao produtor, vistos desde a semeadura até a colheita.

SEM COMENTÁRIO