26.6 C
Uberlândia
domingo, maio 19, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosVocê conhece as riquezas do Maranhão?

Você conhece as riquezas do Maranhão?

Com o tema “Da terra fértil à mesa farta”, o estado do Maranhão participou do Fruit Attraction, apresentando ao público as potencialidades de desenvolvimento do setor frutícola.

Foto: Miriam Lins

Com estande coordenado pela Secretaria de Agricultura e Pecuária (Sagrima), o estado do Maranhão teve destaque durante o Fruit Attraction, com a exposição e degustação de frutas in natura, produtos e subprodutos, como geleias, sorvetes, bebidas, etc.

O Maranhão conta com uma ampla diversidade de recursos naturais, como 12 bacias hidrográficas e um dos melhores portos do mundo. Além disso, o clima favorável favorece a produção de frutas e agricultura em todo o estado.

O secretário de Agricultura e Pecuária do Estado do Maranhão, Flavio Viana, destaca a produção de frutas, como a banana de Itinga, o abacaxi de São Domingos e Turiaçu, e o açaí, entre outros produtos de alta qualidade.

“Nos últimos meses, temos trabalhado intensamente para melhorar a fruticultura no estado, com a aprovação do Plano de Desenvolvimento da Fruticultura do Estado do Maranhão em março. O objetivo é desenvolver o potencial natural do estado e impulsionar o crescimento da fruticultura”, aponta.

Além disso, a produção de soja e milho também tem crescido no estado, contribuindo para o desenvolvimento agrícola da região. “Se olharmos os dados estatísticos mais recentes, podemos ver que os números que mais crescem são justamente nessas duas áreas, o que demonstra que são culturas fortes em nosso estado. Estamos aqui para divulgá-lo e incentivar melhorias na segurança jurídica dos nossos empresários, proporcionando condições para que continuem crescendo.

Investimentos

O secretário ressalta que o Maranhão também está aberto a investimentos, com terras férteis e tecnologias de ponta para aqueles que desejam estabelecer suas lavouras, tanto na fruticultura quanto na produção de grãos.

Sobre os benefícios e oportunidades que o estado oferece aos investidores, ele destaca: “Nos últimos meses, temos trabalhado intensamente para garantir a segurança jurídica, pois sem ela os empresários não se estabelecem em nosso estado. O governo do Maranhão, sob a liderança do governador Carlos Brandão, está empenhado em promover essa segurança jurídica e política para atrair e manter os empresários em nosso estado, impulsionando o crescimento do setor”.

Evento

Juliana Neves, assessora especial da Sagrima, conta que a equipe ficou muito feliz em participar da Fruit Attraction: “Estamos contentes com os resultados obtidos. Durante o evento, falamos também de um programa crucial que o Governador Carlos Brandão recentemente lançou no estado, o Simplifica Maranhão. Este programa proporciona aos investidores segurança jurídica, especialmente no que diz respeito à burocracia estatal e aos licenciamentos ambientais. Isso tem simplificado e desburocratizado o processo de investimento no nosso estado, atraindo grandes investidores, como na fruticultura, por exemplo”, pontua.

O estande do Governo do Maranhão no evento foi destaque pelo protagonismo feminino, com uma comitiva 100% composta por produtoras rurais e empresárias do setor de frutas. Para a maranhense Ana Rosa, produtora de melancia, participar da Fruit Attraction foi uma grande honra. “Estou lisonjeada por representar meu estado neste evento. Por ser mulher e acreditar na área do campo, estar aqui é uma grande homenagem ao meu trabalho”, afirmou.

Em números

Em relação às frutas, o Maranhão é um grande exportador de banana, seu carro-chefe, com 75.000 toneladas produzidas em 2022, possibilitando atender tanto o mercado interno quanto o externo. “Recentemente, o governador lançou nosso plano de ações para os próximos 10 anos, visando exportar frutas pouco conhecidas, como cupuaçu e açaí”, revela Juliana.

Outro destaque é o bacuri, uma fruta pouco conhecida, que destaca o potencial gigantesco do solo, clima e outras áreas para gerar investimentos ao estado, além da desburocratização mencionada anteriormente.

“A partir do sucesso da Fruit Attraction, pretendemos participar de outras feiras, inclusive internacionais. Fomos recentemente convidados para a feira latino-americana e teremos outra em agosto, além das que realizamos dentro do estado para potencializar nossas culturas. O Maranhão está em ascensão e precisamos não apenas mostrar os números, mas também atrair investimentos”, diz.

Frutas em ascensão

O abacaxi de Turiaçu é um fruto único no mundo, conhecido por sua doçura incomparável. Além disso, o Maranhão produz o abacaxi Pérola, com mais de 56 mil toneladas, atendendo à demanda nacional. “Estamos preparados para expandir nossa produção. E não podemos esquecer do nosso orgulho, o açaí”.

O estado produz mais de 18 mil toneladas de açaí anualmente, e a meta é expandir a produção para alcançar o mercado global. Além disso, o cupuaçu, outro fruto do extrativismo importante para o estado, é utilizado na produção de cosméticos, sorvetes, licores e outras bebidas, destacando-se pela sua versatilidade.

Não menos importante é a produção de melancia, que fechou com 14.000 toneladas no último levantamento. “A produtora familiar, Ana Rosa, tem contribuído para divulgar a importância econômica da melancia maranhense”, conta Juliana

Já em menor produção há a pitomba, um fruto essencialmente extrativista que ainda não tem derivados, mas que é muito saboroso e conhecido no Maranhão. Além da pitomba, há três frutas muito importantes para a economia local: jaca, manga e maracujá, que são essenciais tanto economicamente quanto socialmente, por serem oriundos do extrativismo.

Derivados

Quanto aos subprodutos das frutas maranhenses, há uma variedade de geleias, como a de açaí, de manga e de bacuri, além do cacau, utilizado na produção de chocolates. “O chocolate Tapuio nos apoiou, ao enviar seu cacau para a feira, mostrando um pouco do potencial do nosso estado na produção de cacau e chocolates”.

Em destaque, no evento, estavam também os produtos derivados do babaçu, como biscoitos, café, farinha, óleo de babaçu, leite de coco, entre outros. “Todos esses produtos provenientes do babaçu são essenciais para a nossa economia e área social, sendo consumidos e valorizados em nossa região”, detalha Juliana.

E como nada se perde, o estande mostrou que até a palha do buriti é aproveitada para fazer sacolas, enquanto a fruta é destinada ao consumo in natura, para doces, geleias e cosméticos, produtos fundamentais para a economia maranhense e que demonstram a diversidade e potencial dos recursos naturais.

Genética bem representada

O professor Cláudio Belmiro estava no estande, representando a Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), onde demonstrou o abacaxi Turiaçu, produzido em uma região específica do estado. “Ele possui um teor de açúcar diferenciado em relação aos outros abacaxis produzidos no país”, afirma.

A UEMA está envolvida em projetos relacionados ao abacaxi, com foco na propagação vegetativa da fruta. “Utilizando a técnica de cultura de tecidos, retiramos o perfil do fruto do abacaxi e iniciamos o processo de propagação. Conforme a planta cresce, retiramos algumas gemas e a transferimos para um recipiente maior, onde observamos a formação de folhas definitivas e sistemas de enraizamento, avançando para outras etapas até que a muda de abacaxi esteja pronta para ser levada ao campo”, explica.

Cláudio conta que o projeto é uma parceria com o Porto do Itaqui, em São Luís, visando a produção massal para uma possível exportação, no futuro. “A universidade desempenha um papel importante não apenas com o abacaxi, mas também na produção de bananas, utilizando essa técnica eficaz para ter produtos livres de doenças e de alta qualidade genética”.

ARTIGOS RELACIONADOS

Sebrae articula pequenos produtores com compradores internacionais na Fruit Attraction

O Sebrae marcou presença na primeira edição nacional da Fruit Attraction São Paulo e levou 93 produtores para a feira por representação direta ou...

Green Has na Fruit Attraction Brasil 2024: inovando na sustentabilidade

A Green Has Brasil, empresa líder em fertilizantes sustentáveis para o agronegócio, anuncia sua participação na Fruit Attraction Brasil. A principal feira profissional da...

Evento no Maranhão vai mostrar tecnologias que diversificam culturas na agricultura familiar

Nos próximos dias 1 e 2 de fevereiro, no município de Magalhães de Almeida-MA (Distrito Custódio Lima), a Embrapa Cocais - em parceria com a Ambev, a Cooperativa dos Produtores do Tabuleiro de São Bernardo - COOPRODUTASB e o Governo do Estado do Maranhão - vão promover dois eventos para mostrar soluções tecnológicas sustentáveis que contribuem para a diversificação de culturas na agricultura familiar, geração de renda e segurança alimentar.

Fruit Attraction é aberta no São Paulo Expo

Pela primeira vez no Brasil, feira é a marca mais tradicional da IFEMA MADRID que reúne mais de 140 países em sua edição europeia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!