20.6 C
Uberlândia
quinta-feira, fevereiro 22, 2024
- Publicidade -
InícioEventosABAF participa do Seminário Conhecendo o Eucalipto e os Benefícios das...

ABAF participa do Seminário Conhecendo o Eucalipto e os Benefícios das Florestas Plantadas

Evento promovido pela Bracell acontece dia 19/07, às 13h, em Alagoinhas (BA)

A Associação Baiana das Empresas de Base Florestal (ABAF) participa do Seminário Conhecendo o Eucalipto e os benefícios das Florestas Plantadas, que a Bracell realiza dia 19/07, às 13h, no Hotel Aster de Alagoinhas (BA). O objetivo é discutir e esclarecer principalmente assuntos relativos ao eucalipto e o uso de solo e água.

Para isso, a Bracell convidou dois especialistas: “Aspectos climáticos da região do agreste baiano e Litoral Norte” é o tema da palestra de Paulo Cesar Sentelhas, professor de Agroclimatologia da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” da Universidade de São Paulo (ESALQ/USP). A engenheira florestal do Programa Cooperativo sobre Monitoramento e Modelagem de Bacias Hidrográficas do Instituto de Pesquisas e Estudos Florestais (PROMAB/IPEF), Carolina Bozetti Rodrigues, fala sobre “O eucalipto no contexto da bacia hidrográfica da região”.

“O seminário tem o objetivo de reunir os principais públicos de interface da Bracell no Litoral Norte e Agreste baianos para discutirem sobre a importância das florestas plantadas para o território onde atuamos. Também de desmistificar ‘lendas’ sobre o eucalipto que são repetidas por gerações, sem fundamento técnico algum. Para isso, na ocasião, teremos doutores em solo e água que poderão tirar as dúvidas de todos os presentes sobre questões muito difundidas, exemplo, ‘o eucalipto seca o solo’, ‘o eucalipto é um deserto verde’, entre outros mitos. O evento também é uma forma de reforçar a atuação responsável e transparente da empresa quanto a suas atividades”, explica Mouana Fonseca, gerente de relações institucionais e responsabilidade social da Bracell.

O gerente sênior florestal da Bracell, Bruno Félix abre o evento que, na sequência conta com a apresentação sobre a responsabilidade socioambiental e econômica do negócio da empresa, por Mouana Fonseca (gerente de relações institucionais e responsabilidade social) e Meryellen Baldim (coordenadora de meio ambiente e certificações). Em seguida, o diretor executivo da ABAF, Wilson Andrade, fala sobre “Benefícios do negócio florestal na Bahia”. Após as palestras dos especialistas convidados, o evento será encerrado com um bate-papo quando os presentes poderão fazer perguntas aos palestrantes.

“Além de informar sobre importantes tópicos para a diversificação e sustentabilidade da atividade agropecuária, o objetivo da ABAF é estimular a produção e processamento da madeira plantada. A Bahia ainda não produz (e processa) a madeira plantada suficiente para atender a demanda do estado e muito disso se dá pela falta de conhecimento sobre o setor. Trabalhamos, inclusive, para a inclusão dos pequenos e médios produtores e processadores de madeira para uso múltiplo, visando o atendimento da demanda por móveis, peças e partes de madeira na Bahia – hoje atendida, na sua maior parte, por outros estados brasileiros”, acrescenta Wilson Andrade, diretor executivo da ABAF. Este tema, inclusive, é um dos trabalhados pelo Programa Ambiente Florestal Sustentável (PAFS).

O PAFS – O PAFS vem trabalhando temas relativos à educação ambiental em diversas comunidades rurais: Uso Múltiplo da Floresta Plantada/Programa Mais Árvores Bahia; Regulamentação Ambiental das Propriedades Rurais (Código Florestal/ CAR/ Cefir); Integração Lavoura, Pecuária e Floresta (iLPF)/Plano ABC; Preservação dos Recursos Hídricos; Prevenção e Controle de Incêndios Florestais; Controle de Gado nas Áreas de Preservação; Combate ao Carvão Ilegal, além de manter o Programa Fitossanitário de Pragas.

Para isso foi elaborado um amplo programa de comunicação e foi montada e orientada uma equipe de engenheiros (agrônomos e florestais) que vem trabalhando com uma estrutura formada por veículos, equipamentos audiovisuais, campanha publicitária e material informativo. Entre as atividades que fazem parte da rotina dos profissionais, destaque para o monitoramento de defesa sanitária animal, fiscalização da presença de gado em APP, visita a propriedades rurais, notificação e termo de advertência, palestra em comunidades rurais, associações e escolas.

Desde o seu início, o PAFS já percorreu mais de 243 mil quilômetros; realizou 200 treinamentos em 180 comunidades; instruiu e orientou mais de 8 mil produtores rurais de frutas, eucalipto, café, entre outras culturas, da região e estudantes. 

“O resultado tem sido muito positivo graças às parcerias feitas com o Governo do Estado, através da Seagri e ADAB; Sindicados Rurais da FAEB/Senar e Prefeituras, através de suas secretarias de agricultura e meio ambiente. Acreditamos que a responsabilidade de uma produção rural sustentável tem que ser de todos nós”, informa Paulo Andrade, coordenador do programa.

A ABAF – A ABAF representa as empresas de base florestal do estado, assim como os seus fornecedores. Essa pluralidade dá à associação a possibilidade de planejar e agir com respaldo nos mais variados âmbitos e em horizontes largos. Por isso, a ABAF fomenta a pesquisa, investe na coleta e tabulação de dados, a exemplo do anuário Bahia Florestal. A indústria de base florestal usa a madeira como matéria-prima, com destaque para a produção de celulose, celulose solúvel, papel, ferro liga, madeira tratada, carvão vegetal e lenha para o processamento de grãos. A madeira utilizada é plantada e é considerada uma matéria-prima renovável, reciclável e amigável ao meio ambiente, à biodiversidade e à vida humana. Atualmente tem como associados: Aepes, Aiba, Aspex, Assosil, Bracell, Caravelas Florestas, ERB, Ferbasa, Floryl, JSL, Komatsu, Papaiz, Ponsse, Proden, Sineflor, Suzano, Veracel e 2Tree.

ARTIGOS RELACIONADOS

Nutrição de plantas – Detalhes podem fazer toda a diferença

  Engº Agrônomo MSc. Luiz Antônio Busato Gerente Técnico Defensive Engª Agrônoma MSc. Bruna Marchesi Coordenadora de Pesquisa & Desenvolvimento Grupo Defensive&Agrovant   A adequada nutrição das plantas é dependente de...

Coffee O’Melo no Anuário do Café 2022

A Coffee O'Melo está localizada na cidade produtora de Campos Altos, que pertence à região do Cerrado Mineiro. O clima é ideal para o cultivo cafeeiro de lá trouxemos uma história marcante, que o Edu Melo conta neste video e também no Anuário do Café.

Cooperaçafrão aposta na cultura

  Produtores de Mara Rosa se reúnem para agregar valor na comercialização e alcançar maior lucro na atividade   O município de Mara Rosa (GO) é considerado...

UPL lança Tridium, uma combinação única com 3 modos de ação, para o manejo de doenças na soja

Com a presença constante de várias doenças nos campos de soja, o manejo integrado é palavra de ordem entre os pesquisadores Estudando o cenário do...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!