23.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 16, 2024
- Publicidade -
InícioNotíciasAção eficaz sobre Spodoptera frugiperda e Chrysodeixis includens impulsiona inseticida na terceira...

Ação eficaz sobre Spodoptera frugiperda e Chrysodeixis includens impulsiona inseticida na terceira safra

A área técnica da companhia Sipcam Nichino Brasil celebra o desempenho do inseticida de marca Takumi®, à base de flubendiamida 222, no controle de lagartas de alta complexidade nas lavouras de soja e milho. Conforme a empresa, em sua terceira safra após lançado (dezembro de 2020), essa solução tem entregado diferenciais de ação sobre as pragas Spodoptera frugiperda Chrysodeixis includens ou ‘falsa-medideira’, na comparação aos chamados tratamentos-padrão de mercado.

“A aceitação ao inseticida é crescente a ponto de o produto ter-se convertido em um ‘insumo-estrela’ de nosso portfólio”, adianta o diretor de Marketing da Sipcam Nichino, engenheiro agrônomo Leandro Martins.

Lavoura de milho
Divulgação

Consultor de Marketing da companhia, Sergio Camargo acrescenta que dados recentes, compilados em áreas de soja nos diferentes pontos da fronteira da oleaginosa, demonstram que Takumi® transferiu de 89% a 92% em eficácia no controle da Spodoptera frugiperda, aos dez dias após aplicado.“Sobre a Chrysodeixis includens ou falsa-medideira, o inseticida registrou indicadores de controle de 78%, acima dos tratamentos padrão, de sete a 14 dias depois da aplicação”, ressalta Camargo.

Na cultura do milho, segundo o engenheiro agrônomo José de Freitas, da área de desenvolvimento de mercado, o inseticida da Sipcam Nichino apresentou indicadores ainda mais robustos: a eficácia medida no controle da Spodoptera frugiperda foi de 96% a 99%, de sete dias a dez dias após aplicado.

De acordo com a área técnica da companhia, na soja ou no milho a recomendação é aplicar o inseticida, preferencialmente, para manejo de lagartas pequenas, até 3º instar (1 centímetro de comprimento). “Insistimos sempre na necessidade de o produtor monitorar o início da infestação e orientar-se tecnicamente para que o produto tenha boa cobertura nas plantas”, ressalta Freitas. “Desta forma obtém-se eficácia e boa relação custo-benefício.”

Para a Sipcam Nichino, os bons resultados que vêm sendo colhidos com a utilização de Takumi® em lavouras de soja e milho estão associados às características da molécula flubendiamida 222, uma patente da Nichino do Japão. Conforme a empresa, o produto leva lagartas a cessar sua alimentação, por contato e ingestão. Outro atributo do inseticida destacado pela área técnica é a alta seletividade a inimigos naturais. Trata-se, de acordo com a companhia, de uma tecnologia favorável à prática do MIP ou manejo integrado de pragas.

ARTIGOS RELACIONADOS

Termotécnica mostra tendências para mercado de HF

Esta será a terceira edição que a Termotécnica expõe suas soluções DaColheita na Hortitec. “O evento é uma grande vitrine para apresentarmos as novidades...

Qual a principal praga que atinge a cultura do milho

A cigarrinha do milho Dalbulus maidis vem sendo considerada uma das principais pragas da cultura do milho. Ela deixou de ser uma praga exclusiva de regiões...

Berço da soja celebra centenário do cultivo no país

Foi em Santa Rosa (RS), cidade natal da Luft Logistics, que Albert Lehenbauer distribuiu sementes em 1924 para famílias locais. Após 100 anos, país é o maior produtor e exportador mundial

Cenouras híbridas apresentam produtividade até 70% superior

Agnaldo D. F. Carvalho Pesquisador da área de Melhoramento Genética da Embrapa Hortaliças   Segundo dados oficiais, a média de produtividade de cenoura no Brasil gira em...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!