27.6 C
Uberlândia
sábado, abril 20, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosAdubação verde: mamoeiro agradece

Adubação verde: mamoeiro agradece

Crédito: José Eduardo Borges

Pedro Lucas da Silva Mota
Graduando em Agronomia – Universidade Estadual do Maranhão (UEMA)
pedrolucasmota88@gmail.com  
Thiago Feliph Silva Fernandes
Engenheiro agrônomo e mestre em Fitotecnia – UNESP
thiagofeliphh@gmail.com

O mamoeiro é uma cultura de grande importância para a fruticultura nacional. Essa planta, classificada como herbácea de clima tipicamente tropical, coloca o Brasil como segundo maior produtor do mundo (perdendo apenas para a Índia). Já no quesito exportação, sua participação chega a 12% do volume total (FAO, 2018).

O mamão possui grande valor nutricional, apresentando um sabor agradável se consumido in natura, além de possuir uma textura extremamente macia. É um fruto muito utilizado na indústria também, servindo de base para a produção de polpas, geleias e doces e ainda pode ser extraída uma enzima chamada de papaína, utilizada na fabricação de produtos farmacêuticos e cosméticos.

Adubação verde

A adubação verde é uma prática agrícola caracterizada pela utilização de algumas plantas que são responsáveis por reciclar os nutrientes que estão disponíveis em algumas camadas do solo, principalmente as mais profundas, ou mesmo na atmosfera.

As plantas utilizadas são bastante rústicas e possuem um sistema radicular bastante forte. A adubação verde pode ser feita de três modos, no cultivo em rotação, sucessão ou consórcio com a cultura principal. Essa prática é responsável por deixar o solo mais produtivo e fértil.

A adubação verde é responsável por deixar o solo mais produtivo e fértil. Além dos benefícios no solo, a utilização de adubos verdes pode reduzir a população de nematoides no solo, além de diminuir o aparecimento de pragas e patógenos. Isso porque sua utilização favorece o aumento da biodiversidade e atua na quebra do ciclo de alguns organismos que poderiam se tornar uma praga.

Benefícios ao mamoeiro

Grande parte do cultivo de mamão no Brasil é encontrado em regiões cujo solo apresenta uma camada naturalmente mais endurecida em sua subsuperfície, dificultando a expansão radicular da cultura.

A utilização de adubos verde pode contribuir para uma melhor infiltração de água no solo, agindo, consequentemente, na aeração e expansão radicular do mamoeiro, e assim aumentando seu desenvolvimento.

O mamoeiro também é muito suscetível a pragas, principalmente ao ataque de ácaros e insetos, o que pode acarretar na diminuição da qualidade do fruto. Alguns adubos verdes podem contribuir com o controle dessas espécies invasoras, agindo na quebra do ciclo de vida desses organismos.

Manejo

Crédito: Shutterstock

Inicialmente, deve ser realizada uma análise de solo e, se necessário, deve ser feita calagem e adubação. Após isso, será realizado o plantio do mamão antes da adubação verde, para que não haja sombreamento pela cultura escolhida.

O plantio deve ser feito com mudas, em covas e dispostas em fileiras de 3,0 x 2,0 m. Os tratos culturais de controle de plantas daninhas e irrigação seguirão as recomendações do sistema de produção comercial.

Com a cultura já escolhida para adubação verde, será realizado o plantio dois meses após a implantação da cultura do mamoeiro, e na época de florescimento toda a massa vegetal deve ser cortada e incorporada ao solo.

As plantas mais utilizadas são leguminosas, pois as mesmas adicionam carbono no solo e incorporam nitrogênio atmosférico, graças à associação com algumas bactérias do gênero Rhizobium.

Mamão + adubação verde

O mamoeiro é uma espécie que se desenvolve em climas do tipo tropical e subtropical e as principais características do solo são baixo teor de argila, bem drenado e com grande quantidade de matéria orgânica. A adubação verde aumenta a quantidade de matéria orgânica no solo, favorecendo sua utilização.

Para a prática, que é realizada manualmente, deve ser utilizada foice ou roçadeira costal, quando 80% das plantas estiverem florescidas, pois é neste momento que o nitrogênio se encontra disponível em maior quantidade. A massa de adubo deverá ser manejada e incorporada no solo a uma profundidade entre 8 e 10 cm para manter a qualidade.

Técnicas com roçadeira e trator

Devem ser utilizados: roçadeira tratorizada, rolo-faca, grade leve ou até mesmo um poste de madeira puxado por um trator. As recomendações serão as mesmas da prática manual, podendo ainda ser utilizada no momento que se adequar ao manejo de unidade de produção.

Custo-benefício

A adubação verde pode reduzir em até 90% a utilização de adubos nitrogenados. A escolha certa da espécie pode otimizar o ganho de matéria orgânica no solo, estimulando principalmente a atividade microbiana e a redução de inóculos de agentes patogênicos que vivem no solo, como fungos, bactérias e nematoides, propiciando uma redução nos custos com alguns tratos culturais, além de aumentar a produtividade.

Erros comuns

Dentre os erros na hora da implantação da adubação verde, destaca-se a escolha da espécie utilizada, o que pode atrair pragas suscetíveis do mamoeiro e o plantio no momento inadequado, causando sombreamento às mudas do mamoeiro.

ARTIGOS RELACIONADOS

Software monitora pragas do mamoeiro

O controle das duas pragas mais comuns da cultura do mamoeiro — a varíola ou pinta-preta ...

Ácidos húmicos x produtividade

Há necessidade de aumentar a produção agrícola para atender a demanda mundial por alimentos ...

Adubação verde beneficia lavouras de grãos

Técnica secular e tradicional na agricultura, a adubação verde vem somando à produção de soja e milho, que além de mais sustentabilidade ganham um...

Epagri realiza maior evento de fruticultura do Brasil

Florianópolis recebe a partir de terça-feira, 26/04, o XXVII Congresso Brasileiro de Fruticultura, o maior evento do setor no país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!