25.6 C
Uberlândia
sábado, abril 13, 2024
- Publicidade -
InícioNotíciasAgronegócio impulsiona crescimento do PIB brasileiro

Agronegócio impulsiona crescimento do PIB brasileiro

Compreenda como a relação entre o setor e o Produto Interno Bruto dita grande parte do crescimento econômico do país.

O agronegócio e o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro possuem uma relação valiosa, pois este representa o valor dos bens produzidos no país em períodos preestabelecidos. Nesse sentido, o agronegócio está contemplado nesse valor, uma vez que realiza atividades de  produção, processamento e comercialização de insumos e outros produtos agrícolas.

Mesmo com o advento da pandemia de COVID-19, em 2020, o setor brasileiro representou aproximadamente 26,6% do PIB total do país, com crescimento de cerca de 2%, desempenho notável, que amenizou as quedas em outros setores da economia do país, de acordo com dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA).

Créditos: iStock

Ainda em 2020, as exportações do agronegócio alcançaram cerca de US$ 100 bilhões, segundo dados do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), exportando principalmente soja, carne bovina, frango, açúcar, café, entre outros. No Brasil, o agronegócio tem impulsionado com frequência a economia brasileira, contribuindo significativamente na geração de renda, no emprego e nas exportações. 

A produção e a exportação de commodities agrícolas, como soja, carne bovina, açúcar, café, milho e outros, intensificam o bom desempenho do setor, representando também um impulso na geração de renda e na atividade econômica, em geral, refletindo no aumento do PIB. 

Calculado pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea – Esalq/ USP), em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro considera aspectos conjuntos das evoluções de volume e preços reais no setor, que possui uma gama imensa de oportunidades nos segmentos agrícola e pecuário.

Vale frisar que o agronegócio não é o único setor que contribui para o PIB brasileiro, e que o crescimento econômico depende do desempenho de diversos segmentos, mas, com certeza, ele é um dos mais significativos. Isso em razão de sua participação direta no PIB, assim como por sua influência indireta em outros setores da economia. Mesmo em 2022, considerando os desempenhos da economia brasileira e do agronegócio, a participação do setor no total alcançou 24,8%, o que por sua vez foi abaixo dos 26,6% registrados em 2021. 

Em 2023, o PIB se recuperou no 1º trimestre, sendo avaliado pelos especialistas de ciências econômicas como uma boa surpresa, mas é possível que o cenário enfraqueça no segundo trimestre. A perspectiva é que o crescimento seja baixo ao longo do ano, devido a fatores que envolvem impactos das políticas monetárias, entre outros. Porém, vale ressaltar a crescente demanda global por alimentos como cenário positivo para o setor no Brasil. 

ARTIGOS RELACIONADOS

A importância da excelência fiscal no processo logístico do agronegócio

A excelência fiscal auxilia o agronegócio em diversos aspectos e se mostra essencial.

Tecnologia que evita desperdício de água no agronegócio

Visando o consumo de água setores do comércio e da indústria estão buscando alternativas para reduzir o desperdício do recurso hídrico. Tecnologia em motores elétricos proporciona distribuição de água eficiente evitando gastos.

Energia nas áreas rurais

O crescimento da utilização de energia solar no agronegócio brasileiro ...

Ações de solidariedade marcam comemoração do Dia Nacional do Campo Limpo

A comemoração da 16ª edição do Dia Nacional do Campo Limpo, em 18 de agosto, será realizada em sintonia com o momento atual.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!