28.7 C
Uberlândia
sábado, fevereiro 24, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesAplicativo auxilia agricultor nas culturas banana e guaraná

Aplicativo auxilia agricultor nas culturas banana e guaraná

Aplicativo deve auxiliar agricultores na gestão das atividades de manejo das culturas da banana e do guaraná

Visando auxiliar os agricultores na gestão das atividades de manejo, ao longo do tempo, das culturas da banana e do guaraná, a Embrapa Amazônia Ocidental (AM) está disponibilizando o CronosPlantio, aplicativo gratuito disponível na loja da Embrapa na Google Play para sistemas Android.

O aplicativo foi desenvolvido pelo analista da Embrapa Marcos Filipe Salame, com apoio dos pesquisadores Mirza Carla Normando Pereira e Firmino José do Nascimento Filho, que forneceram as informações técnicas das culturas da banana e do guaraná, respectivamente. O trabalho ainda contou com a colaboração do aluno Daniel Bispo do Vale, bolsista de iniciação científica pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam). Vale atuou na codificação e nas imagens usadas na tecnologia.

Foto: guentermanaus / Shutterstock.com

O funcionamento da tecnologia é bem simples. O usuário cria um novo registro conforme a cultura desejada e preenche os campos solicitados com dados como cultura, espécie e data do início da adubação de covas. Com isso, o software apresenta, automaticamente, as atividades com as respectivas datas para serem realizadas. Por exemplo, quando realizar cada adubação de cobertura, o controle químico da sigatoka-negra da bananeira, entre outras ações. Elas foram definidas a partir de vários estudos realizados por pesquisadores da área para obter uma boa eficiência no plantio. Caso o usuário execute alguma das atividades em datas diferentes, ele pode modificar os dados, e automaticamente todas as atividades posteriores são alteradas.

As atividades apresentam orientações bem objetivas e em cada uma delas podem ser incluídas observações em formato de texto igual a um diário. Antes de cada ação, em um tempo definido, o aplicativo emite um lembrete na área de notificação do dispositivo sobre a atividade.

Salame conta que aplicativo foi desenvolvido para a realidade do Amazonas, podendo ser utilizado em qualquer localidade do estado. Além de funcionar de forma off-line, ou seja, sem a necessidade de conexão com a internet, requer pouco poder de processamento e pouco espaço para armazenamento

O desenvolvimento

A ideia da criação do aplicativo surgiu após conversas do analista com os pesquisadores Mirza Pereira e Firmino Filho a fim de auxiliar a produtividade da banana e do guaraná. Após o processo de engenharia de requisitos, o desenvolvimento iniciou-se, com a inserção das informações técnicas das duas culturas agrícolas.

A pesquisadora conta que a ideia surgiu da sua própria dificuldade em fazer a gestão do calendário de manejo das diversas áreas de Unidades de Referência Tecnológica (URT), como são chamadas as áreas experimentais da Embrapa. Ela tinha de coordenar as ações na cultura da bananeira em diferentes localidades e, ao mesmo tempo. A bananicultura requer quatro adubações de cobertura somente para produção do primeiro cacho e essas atividades são programadas a cada dois ou três meses.

Outras ações como desperfilhamento e controle químico da sigatoka-negra sempre causaram muitas dificuldades para técnicos e produtores de saber quando iniciar o processo. Com o aplicativo, essas datas são geradas automaticamente, a partir do momento em que o usuário informa a data da adubação das covas. Assim, não é necessário se preocupar em anotar e calcular essas datas. O usuário terá apenas que estar atento aos lembretes que o aplicativo vai enviar sobre os passos seguintes.

Para os técnicos, que muitas vezes dão assistência a vários produtores ao mesmo tempo, o aplicativo gera um calendário para cada área assistida, facilitando a gestão do acompanhamento dos plantios.

O teste de validação do aplicativo contou com apoio de técnicos do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), órgão da extensão rural, que apoia as ações de transferência da Embrapa. A instituição mostrou interesse pelo aplicativo e em incluir a ferramenta no auxílio de suas atividades de rotina.

ARTIGOS RELACIONADOS

Produce leva modelo de negócio para a Top Farmers 2023

Com mais de 500 produtos no portfólio e oito mil consultores distribuídos pelo país, empresa passa a mirar os grandes produtores rurais.

Satis lança 2ª edição do Desafio Work&Play para acadêmicos

Atenta à importância do agronegócio no enfrentamento do País ao Coronavírus, a Satis reforça sua proximidade com o setor, instigando o pensamento crítico e inovador para superar adversidades. Destacada entre as 65 maiores marcas de nutrição vegetal no Brasil, a empresa acaba de lançar a segunda edição do Desafio Work&Play Satis. Este ano, poderão se inscrever acadêmicos de qualquer instituição universitária do país, com prazo até dia 31 de maio. A companhia mineira irá premiar os dois melhores colocados com vagas de estágio, além de abrir processo seletivo para os 50 primeiros inscritos no concurso.

Agro registra saldo comercial recorde em 2020

A balança comercial do agronegócio brasileiro registrou superávit recorde no acumulado de janeiro a outubro deste ano, com saldo de US$ 75,5 bilhões. As exportações tiveram receita de US$ 85,8 bilhões, alta de 5,7% em relação ao mesmo período de 2019, com volume embarcado de 189,4 milhões de toneladas, aumento de 12,4%

Bayer e Climate FieldView apresentam a próxima fronteira da agricultura digital

Plataforma da multinacional chegou a mais de 25 milhões de hectares mapeados no Brasil e introduz novidades desenvolvidas a partir de cocriação com agricultores.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!