23.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 16, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosArmazenagem da cebola com ventilação mecânica

Armazenagem da cebola com ventilação mecânica

A ventilação mecânica é a chave para uma armazenagem eficiente e de qualidade das cebolas.

João Augusto Dourado Loiola
Mestrando em Agronomia/Ciência do Solo – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)
joaoaugustodouradoloiola@ufrrj.br
Ana Carolina Muniz de Araujo
Engenheira agrônoma – UFRRJ
anacarolinamuniz33@yahoo.com.br
Yan Mirando Mostacada Ramalho
yanmmramalho@outlook.com
Júlio Leonardo Lucindar Junior
julioleonardo1999@gmail.com
Graduandos de Agronomia – UFRRJ

O uso de equipamentos que controlem a temperatura ambiente e umidade são cada vez mais frequentes em armazéns com o intuito de prolongar a vida útil da cebola. Geralmente, a cebola pode ser armazenada por até seis meses.
Dentre esses equipamentos, o sistema de arrefecimento a ar é utilizado para circular o ar dentro armazém. O sistema de arrefecimento é um componente de suma importância no galpão de armazenagem, que tem por objetivo o controle da umidade e temperatura do ambiente.
No Brasil, a maioria dos galpões de armazenamento não tem ventilação mecânica, trazendo ao produtor perdas de até 40% de matéria seca num período de seis meses.

Crédito: Shutterstock

Qualidade pós-colheita

A conservação da cebola está relacionada a diversos fatores, sendo eles: o processo de brotação e enraizamento, as doenças pós-colheita e a perda de massa ocasionada por desidratação e respiração.
No processo de armazenamento, deve-se levar em consideração como foi realizado o processo de cura, os métodos culturais, colheita, temperatura e umidade relativa de armazenamento, além da estrutura do armazém.
Com o aumento da produção brasileira no cultivo da cebola, os processos de armazenamento tornaram-se cada vez mais necessários para a preservação das condições ideais do produto e a entrega para o mercado nas melhores cotações.
No processo de armazenagem, o bulbo sofre interferência das condições externas, sendo elas: temperatura, umidade do ar, composição gasosa da atmosfera.

A ventilação mecânica

O uso de ventilação mecânica tem sido apresentado aos produtores como uma forma mais viável para o armazenamento dos bulbos, o maior controle das condições de temperatura e umidade, além da redução de perdas pós-colheita.
O processo de aeração e a circulação de ar tem como vantagem o menor desenvolvimento de doenças fúngicas, além da diminuição do acúmulo de etileno e dióxido de carbono. Alguns estudos observaram que condições de atmosfera com elevado conteúdo de CO2 e redução de O2 proporcionaram um aumento do período de conservação dos bulbos.
Além disso, um dos indicadores de qualidade na armazenagem está na coloração dos catafilos, realçando a cor bronzeada de certos genótipos. A adequação da temperatura do galpão proporciona uma redução no metabolismo dos bulbos da cebola, diminuindo, desta forma, as perdas por desidratação e podridão.
O controle da umidade do galpão garante a diminuição da taxa de perda de água da cebola, visto que diminui o déficit de pressão de vapor no ambiente.

Opções em sistemas de ventilação

O sistema de ventilação dependerá do tipo de galpão presente na propriedade. Geralmente, utiliza-se ventilação do tipo geral diluidora, que tem por objetivo insuflar ar no galpão e, posteriormente, exaurir o ar insuflado do ambiente. Este tipo de ventilação promove redução na taxa de esporos de bactérias, vírus e fungos presentes no galpão, além de inúmeros benefícios citados anteriormente.
A ventilação geral é utilizada em galpões de armazenamento de cebola, que consiste em realizar o movimento de ar que é impulsionado pelos ventiladores. Este sistema também pode ser denominado de ventilação mecânica.
Uma das condições avaliadas foi o processo de aeração em cebolas com temperaturas de 22 – 32ºC e umidade relativa de 60 – 80%, com taxas de aeração entre 0,5 a 1,0 m³/min/m³ de cebola.

Recomendações

Os modelos de armazenagem ou câmaras deverão ter uma troca de energia e massa de ar entre o produto. O período poderá variar de dois a seis meses, de acordo com a cultivar, ponto de colheita, frigorificação e cura.
Além disso, os modelos mais utilizados são contêineres, galpões e barracões que permitem o controle da temperatura e da umidade. O tipo de sistema de ventilação e armazenamento dependerá das condições climáticas da região agrícola.
É importante avaliar a qualidade da cebola após o armazenamento para a garantia da adequação comercial do produto. Uma das alternativas para a redução do custo com o processo de armazenagem com ventilação mecânica está no aluguel dos equipamentos por cooperativas e a divisão do espaço por produtores.

Armazenagem da cebola

São inúmeros os benefícios que a ventilação mecânica proporciona à armazenagem da cebola, os quais vão desde a prevenção de injúrias biológicas até o aumento do lucro do produtor.
A climatização do microclima do galpão proporciona uma adequação da umidade do ambiente e movimentação de ar, eliminando esporos de patógenos do bulbo. Geralmente, a cebola que passou por processo de colheita ideal possui um alto teor de matéria seca, pungência e o processo de cura.
Assim, podem ser armazenadas por até cinco meses, sob temperatura e umidade controlada entre 60 a 80% de UR. Acima desta faixa de umidade, podem ocorrer processos de brotamento e desenvolvimento de podridões, que podem ser causadas por Aspergillus niger.
Visando o aumento de lucro, muitos produtores preferem armazenar os bulbos para aguardar valores de mercado desejados. Desta forma, pode-se realizar o uso de refrigeração com temperaturas que vão de 4,0 a 6,0 e UR de 70 a 80%, sem perder a qualidade.

Condições específicas

Na região sul do País, geralmente as cebolas são acondicionadas em caixotes ou dispostas a granel, com as ramas. Neste tipo de sistema, os bulbos também ficam expostos à ventilação natural.
Porém, as condições climáticas da região favorecem o aumento de doenças fúngicas. Para esta problemática, a ventilação forçada em galpões diminuiria a incidência de doenças e pragas.
Já na região do semiárido brasileiro, a cebola é armazenada em galpões de circulação livre de ar. Nessas condições de armazenagem do produto, não se perde a qualidade do bulbo até o transporte e distribuição, tendo em vista as condições climáticas da região.
Por fim, é de suma importância estar atento ao manejo fitossanitário, adubação, colheita, cura e operações pós-colheita, visando mitigar as perdas de qualidade do produto.

Precificação

A ventilação mecânica pode ser utilizada para controlar a temperatura e umidade do ambiente de armazenamento da cebola, fazendo com que aumente a qualidade e prolongue a sua vida útil.
Com isso, é possível ter um certo controle e reduzir as perdas durante o armazenamento, além de garantir que o produto chegue ao mercado em boas condições. Geralmente, na entressafra da cebola os preços estão mais vantajosos para os produtores.
Desta forma, a armazenagem do bulbo proporciona que o produtor venda seu produto em épocas mais vantajosas, tendo melhor planejamento da colheita.
Ainda, a ventilação mecânica pode influenciar nos preços da cebola de diversas formas, aumentar a qualidade do produto, reduzir os custos de produção, diminuir as perdas de bulbos e proporcionar um produto mais competitivo ao mercado.

ARTIGOS RELACIONADOS

Quais são os derivados proteicos utilizados na produção vegetal?

Autora Nilva Terezinha Teixeira Engenheira agrônoma, doutora em Solos e Nutrição de Plantas e professora de Nutrição de Plantas, Bioquímica e Produção Orgânica...

Silício – Papel fundamental na produção da cebola

Autores João Pedro Elias Gondim Engenheiro agrônomo e doutorando em Fitopatologia – Universidade Federal de Lavras (UFLA) joaopedro.pba@hotmail.com Rodrigo Vieira da Silva Engenheiro agrônomo,...

Adubação inteligente para a cebola

O nitrogênio é um dos elementos que a cebola mais exige para a produção dos órgãos ...

Ciclo fenológico define plantio da cebola híbrida

Daniel Lucas Magalhães Machado Engenheiro agrônomo edoutorando em Produção Vegetal, ICIAG - Universidade Federal de Uberlândia (UFU) danielmagalhaes_agro@yahoo.com.br Ernane Miranda Lemes ernanelemes@yahoo.com.br Roberta Camargos de Oliveira robertacamargoss@gmail.com Engenheiros agrônomos edoutores em...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!