23.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 16, 2024
- Publicidade -
InícioNotíciasBrasil deve colher 319,78 mi de t de cereais neste ano

Brasil deve colher 319,78 mi de t de cereais neste ano

13º aumento consecutivo da área semeada no País

Créditos: Pexels

Os produtores brasileiros confirmaram o 13º aumento consecutivo da área semeada no País e se preparam para uma produção recorde, mostra o segundo levantamento da DATAGRO Grãos para a safra 2023 de cereais e oleaginosas.

“No geral, o quadro foi bastante favorável para a implantação desta safra, semelhante ao verificado na temporada passada, combinando boa oferta de crédito, preços excepcionais observados nas principais culturas durante 2022, e sentimento de renda ainda favorável para 2023, apesar dos preços menores de forma predominante”, observa Flávio Roberto de França Junior, economista e líder de pesquisa da DATAGRO Grãos.

A consultoria aponta para uma área de 79,37 milhões de hectares, aumento de 3,7% ante 2022. A produção total de grãos está projetada em 319,78 milhões de toneladas, acima das 309,63 mi de t da estimativa anterior. Em caso de confirmação, significaria crescimento de 11% sobre a frustrada, mas ainda recorde, temporada do ano passado, revisada neste levantamento para 287,36 mi de t.

Depois do fator mais importante, a definição da área a ser semeada, o que mais pesa nessa boa expectativa inicial de produção é o nível tecnológico utilizado nas lavouras, que trouxe suporte para os positivos números dominantes de produtividade.

O terceiro fator para a definição da safra é o clima, sempre o mais delicado. Apesar do terceiro ano seguido sob o impacto do fenômeno La Niña, as anomalias climáticas estiveram desta vez limitadas à metade oeste do Rio Grande do Sul. Com isso, a safra 2022/23, no geral, foi beneficiada pela regularidade das chuvas.

Bom andamento na colheita da soja

Levantamento da DATAGRO Grãos realizado até o dia 24 de março mostra que a colheita brasileira de soja da safra 2022/23 chegou a 71,6% da área projetada, avanço semanal de 6,9 pontos percentuais, superior aos 4,9 p.p. observados na mesma semana de 2022, mas abaixo dos 7,1 p.p. da média dos últimos cinco anos.

O ritmo de trabalho segue distante dos 79,2% da mesma época do ano passado e também inferior à média plurianual, de 74,6%. “A produtividade obtida se mostra um pouco superior ao projetado em alguns estados, o que pode levar a revisão para cima na próxima estimativa de safra”, diz França Junior.

A colheita do milho de verão da safra 2022/23 no Centro-Sul do Brasil também avançou muito bem na data analisada, chegando a 56,6% da área estimada, salto semanal de 11,4 p.p., porém, segue muito aquém dos 73,5% em semelhante período de 2022 e da média plurianual de 66,0%.

A semeadura da nova safra do milho de inverno alcançou 94,7%, contra 89,2% na semana encerrada em 17 de março, 98,7% no ano passado e média dos últimos cinco anos de 97,8%.

ARTIGOS RELACIONADOS

Tecnologia conta laranjas no pomar

Para estimar a safra nacional de laranja, atualmente é feita a derriça (retirada de todos os frutos) de mais de 2.500 árvores em diversos municípios dos...

Bahia Farm Show 2017 chega com a perspectiva de bons resultados

O clima é de otimismo entre os organizadores da Bahia Farm Show 2017, a maior feira de tecnologia agrícola e de negócios do Norte/Nordeste...

Nespresso desenvolve ações para proteger trabalhadores durante a colheita

Cuidados relativos à COVID-19 serão reforçados nas comunidades cafeeiras de todo o país

Mangas adensadas rendem mais

  Moacir Brito Oliveira Rafael Pereira Sales Irani Pereira Mangaclara " Consultoria e Serviços Especializados em Fruticultura mangaclara@nortecnet.com.br   O cultivo da mangueira iniciou-se em sistemas mais extrativistas, semelhantes a...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!