29.4 C
Uberlândia
quarta-feira, fevereiro 28, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesCampanha convida sociedade a refletir sobre leis e desinformação em relação à...

Campanha convida sociedade a refletir sobre leis e desinformação em relação à cannabis

Reprodução

A Nowdays, marca de lifestyle da brasileira Thainá Zanholo, que vive na Califórnia/EUA, lança uma campanha publicitária veiculada pela internet, produzido pela MyMama Entertainment, com criação do diretor Pedro Giomi em conjunto com AKQA. Intitulada “Leis Questionáveis” (Questionable Laws), seu objetivo é desmistificar e convidar a sociedade a refletir e debater sobre as leis e os preconceitos relacionados ao consumo da cannabis, seja medicinal ou recreativo. O intuito é apresentar uma nova perspectiva sobre os diferentes usos da cannabis e combater a desinformação sobre o tema, propondo reflexões para que o público brasileiro forme sua opinião sobre o assunto com informações de credibilidade, principalmente agora, com o aquecimento dos debates em torno das Eleições 2022 no Brasil.

Criada há cerca de um ano, a empresa tem uma plataforma na web que fomenta debates sobre a cannabis e as diferentes formas de seu consumo pelas pessoas. “Nossa plataforma aborda de forma holística os temas relacionados à planta, pois, historicamente, a maconha sempre foi estereotipada, criminalizada e perseguida. Por isso estamos lançando este filme. Precisamos dar fim à desinformação”, afirma Thainá. Para ela, é necessário que seja estimulado um maior esclarecimento para dar fim a estereótipos em relação ao potencial medicinal e terapêutico da cannabis, passando pelos benefícios econômicos, o mercado wellness e, sobretudo, os impactos da legislação e da política de proibicionismo na sociedade brasileira.

Filme já está no ar

Com versões em português e inglês, o filme já pode ser conferido na internet (assista aqui). Ele mostra algumas leis, de diversos países, que apesar de vigentes, são consideradas supérfluas ou mesmo absurdas em suas sociedades, pois tentam regular comportamentos enraizados, que não apresentam prejuízo às pessoas e ao coletivo, ou que são simplesmente bizarras, tentando impor uma homogeneização comportamental que não encontra eco na pluralidade das sociedades contemporâneas.

Para Giomi, diretor de cena da MyMama que assina o filme, diz que a obra ganha relevância com o momento político vivido pelo Brasil. Segundo ele, “é durante tempos turbulentos que mais precisamos de inteligência e criatividade para comunicar-nos. A pertinência dessa campanha nada mais é do que o resultado da união de grandes talentos em um processo prazeroso e de muita troca, uma boa causa e uma cliente absolutamente corajosa”.

Já Andre Pinho, Head of Advertising da MyMama, reforça a importância do tema e a sinergia que ele trouxe à equipe envolvida no filme: “A MyMama se interessou imediatamente pela causa, pela marca Nowdays e pela articulação da ideia do Giomi e dos criativos da AKQA. Foi amor à primeira vista. O melhor é que, além de contribuirmos para uma discussão importante acerca de um tema muito aderente para a nossa comunidade (a colaboração maravilhosa de toda a equipe envolvida na produção demonstra isso), num projeto em parceria com a AKQA, pudemos realizar esse filme com craft incrível, do qual temos muito orgulho”.

Exemplo que vem da Califórnia

Enquanto no Brasil a Nowdays atua como uma plataforma de informações sobre o tema, na Califórnia, onde Thainá Zanholo reside há sete anos, a empresa já desenvolve e comercializa produtos para o mercado wellness, explorando principalmente os benefícios do canabidiol. As benesses da substância extrapolam as aplicações médicas, com pesquisas apontando melhorias que vão desde a qualidade do sono, até a produtividade no trabalho.

Naquele estado norte-americano, um dos pioneiros no uso recreativo da planta, a arrecadação de impostos com a indústria da cannabis ultrapassou U$1 bilhão em 2020, recursos que podem ser aplicados na infraestrutura de saúde californiano. Segundo estudo da empresa de inteligência para o mercado de cannabis Kaya Mind, o Brasil poderia arrecadar R$8 bilhões em impostos nos quatro primeiros anos de legalização no país.

O grande potencial econômico da indústria atraiu o interesse do PGP Capital, banco de Los Angeles que desenvolveu um núcleo exclusivo para o mercado canábico e que se tornou o primeiro investidor da Nowdays, já de olho no mercado brasileiro. A empresa já solicitou à Anvisa a certificação para comercialização de gummies e óleos de CBD para o mercado brasileiro, mas a liberação dos produtos derivados da cannabis ainda esbarram na burocracia imposta à indústria, em uma legislação restritiva e no desconhecimento do público brasileiro sobre os benefícios sociais da planta.

“Historicamente, há um estereótipo em relação à maconha. Porém, nos últimos anos, parte da sociedade se rendeu aos seus benefícios e temas como legalização e descriminalização estão cada vez mais em alta. Apesar dos avanços, ainda existem diversas leis que proíbem marcas de falarem sobre maconha e muitas vezes o discurso é condenado como apologia”, completa Thainá, que tem empreendido grandes esforços para romper as barreiras da desinformação. E o filme “Leis Questionáveis” é mais um de seus passos nesse caminho.

ARTIGOS RELACIONADOS

Eficiência produtiva no arroz irrigado

A importância do agronegócio na economia brasileira foi um dos temas abordados no ...

Simpósio de soja

A expectativa de produção de soja no Brasil, na safra 2021/22 é em torno de 134 milhões de ....

Reciclagem ganha crédito tributário

A economia e o meio ambiente estão cada vez mais interligados. E uma das provas ...

Agro registra saldo comercial recorde em 2020

A balança comercial do agronegócio brasileiro registrou superávit recorde no acumulado de janeiro a outubro deste ano, com saldo de US$ 75,5 bilhões. As exportações tiveram receita de US$ 85,8 bilhões, alta de 5,7% em relação ao mesmo período de 2019, com volume embarcado de 189,4 milhões de toneladas, aumento de 12,4%

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!