18.1 C
São Paulo
sábado, agosto 13, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Cenoura híbrida reduz o pendoamento na lavoura

Cenoura híbrida reduz o pendoamento na lavoura

Agnaldo Carvalho

Pesquisador da Embrapa Hortaliças

Crédito Ana Maria Diniz
Crédito Ana Maria Diniz

Ao comparar as variedades de cenoura com as híbridas, estas últimas apresentam produtividade visivelmente superior, chegando a 30%. Além disso, há maior uniformidade do produto final e menor pendoamento na lavoura, uma característica interessante embutida nessa tecnologia.

Em relação ao pendoamento, nem sempre uma cultivar híbrida apresenta menor número de plantas floridas em relação a cultivares de polinização aberta. A foto a seguir explica isso. O canteiro sendo colhido refere-se a cultivar OP, enquanto os canteiros laterais um híbrido comercial. Na verdade, é comum aparecer algumas plantas floridas, mas raramente isso causa prejuízos.

Crédito Jadir Pinheiro
Crédito Jadir Pinheiro

Origem

A cenoura é originária da região da Ásia Central (Cazaquistão, Quirguistão, Tajiquistão, Turcomenistão, Uzbequistão). Nessa região ela apresenta ciclo bianual, ou seja, desenvolvimento da parte vegetativa no primeiro ano e produção de sementes no segundo ano.

A cenoura cultivada foi melhorada e apresenta ciclo anual, ou seja, é possível produzir sementes em um ano agrícola. O florescimento é necessário para a produção de sementes, mas indesejável em campos de produção de raízes comerciais. Quando ela ocorre em lavouras comerciais, é dado o nome de florescimento precoce.

O pendoamento

O pendoamento acontece quando as plantas de cenoura são expostas ao frio. Baixa temperatura é o principal fator indutor de florescimento em cenoura. Além da influência da temperatura, outros fatores como fotoperíodo, idade fisiológica da planta, disponibilidade de água no solo, vento, umidade relativa, desequilíbrio nutricional, ataque de pragas e doenças, além dos hormônios exógenos, também parecem interferir em menor grau nesse fenômeno.

A indução para o florescimento é intrínseca de cada cultivar. Cultivares de inverno, geralmente desenvolvidas em países de clima temperado, raramente florescem em condições de campo no Brasil nas principais regiões de produção de cenoura. Por exemplo, cultivares do grupo Nantes, em condições de laboratório, precisam de aproximadamente 90 dias de armazenamento em câmara fria à temperatura de 5ºC para florescerem, enquanto cultivares do grupo Brasília precisam de apenas cinco dias para essa indução.

Cultivares indicadas para plantio de verão não devem ser plantadas no período do inverno, pois a chance de ocorrer número elevado de plantas florescidas é alto, exceto em regiões como Irecê (BA), onde o frio não é suficiente para induzir o florescimento em cultivares de verão, mesmo plantadas no inverno.

Em São Gotardo (MG) é comum encontrar plantas florescidas em plantios de verão utilizando cultivares de verão. Isso ocorre porque a redução de temperatura durante a noite, principalmente em dias chuvosos, já é suficiente para induzir o florescimento em algumas plantas de cenoura na lavoura. Ressalta-se que esse número de plantas é bem pequeno, menos de 5%, e raramente causa prejuízo econômico.

A figura a seguir mostra o efeito do frio sobre diferentes cultivares de cenoura.

Crédito Agnaldo Carvalho
Crédito Agnaldo Carvalho

Legenda: Lavoura plantada com as cultivares de verãoe inverno, em semeadura realizada em Cristalina (GO)

Obstáculos à comercialização

O florescimento é necessário para a produção de sementes comerciais. No entanto, quando ele ocorre em campo de produção comercial, destinado à produção de raízes, ele é indesejável.

A planta induzida ao florescimento interrompe o desenvolvimento das raízes tuberosas, as quais começam a se lignificar e a planta passa a canalizar os fotoassimilados para a parte reprodutiva (flores), as quais funcionam como dreno. Ou seja, a planta interrompe o crescimento das raízes em diâmetro e as mesmas tornam-se duras devido à lignificação, além de finas.

Além disso, a raiz passa a desenvolver as raízes assimiladoras ou laterais e a parte subterrânea passa a ter papel fundamental no desenvolvimento e sustentação da parte aérea.

Manejo

Uma forma de diminuir o problema do florescimento precoce é respeitar a recomendação da época de plantio das cultivares. Não utilizar cultivares de verão em plantios de inverno nas regiões centro-sul do Brasil.

Os prejuízos econômicos decorrentes do pendoamento na cultura da cenoura vêm da planta florescida, que não produz raiz comercial, ou seja, se uma lavoura apresenta 5% de plantas florescidas existe um potencial de redução de produção de 5% de raízes comerciais. Segundo, pela competição que plantas floridas exercem sobre as plantas vizinhas, competindo por luz, água e nutrientes. Terceiro é a possível interferência dessas plantas no embuchamento das máquinas que realizam a colheita mecânica.

 

Essa matéria completa você encontra na edição de janeiro 2018  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua para leitura integral.

 

Inicio Revistas Hortifrúti Cenoura híbrida reduz o pendoamento na lavoura