22.6 C
Uberlândia
quinta-feira, abril 18, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosComo construir o melhor perfil de solo

Como construir o melhor perfil de solo

Foto: Shutterstock

Na agricultura atual, diante dos fatores que limitam a produtividade, um dos grandes desafios dos produtores brasileiros é a construção de um perfil de solo que seja favorável ao desenvolvimento e aprofundamento do sistema radicular.
Geralmente, os solos tropicais e subtropicais brasileiros são ácidos, devido à ação do intemperismo, com baixa saturação de bases, baixo teor de cálcio (Ca), magnésio (Mg), boro (B) e fósforo (P), e elevada saturação de alumínio (m%) nas camadas subsuperficiais.
Observa-se que, por muito tempo, as camadas do solo abaixo dos 20 cm de profundidade foram negligenciadas na agricultura brasileira. No entanto, devido à necessidade de minimizar o efeito de déficits hídricos (secas) de curta duração, que estão cada vez mais frequentes, práticas que favoreçam o desenvolvimento do sistema radicular em profundidade devem ser adotadas no manejo das áreas produtoras.

Entraves à produtividade

Vários fatores influenciam na redução da produtividade das lavouras, como a presença de plantas daninhas, pragas, doenças, compactação e o clima. O clima é o fator limitante mais expressivo na perda de produtividade, sendo o déficit hídrico o principal fator limitante.
Um dos pré-requisitos para a obtenção de altas produtividades e, principalmente, estabilidade produtiva ao longo das safras, é a construção do perfil de solo, possibilitando o desenvolvimento e distribuição do sistema radicular em profundidade. É importante ressaltar que a construção do perfil de solo é um processo lento e constante.
Combinando manejo físico, químico e biológico, é possível minimizar os riscos climáticos e oferecer condições para que as plantas demonstrem seu máximo potencial produtivo.
Considerando o perfil químico dos solos brasileiros, é imprescindível que práticas de correção e condicionamento sejam adotadas no manejo do solo, pois interferem na disponibilidade e eficiência de absorção dos macronutrientes e micronutrientes pelas plantas, refletindo no crescimento e desenvolvimento da lavoura, consequentemente na produtividade.
Produtos que facilitem o rendimento operacional no preparo de solo, enquadrando na janela de plantio das lavouras e que possam ser usados nas áreas que já adotam o sistema de plantio direto, não necessitando de incorporação para sua reação, e que entreguem o efeito corretivo e condicionador em menor tempo, devem ser considerados.

Seu bem maior

Diante do alto custo dos fertilizantes no mercado atual, cuidar do perfil químico do solo vai garantir uma economia do uso desses, proporcionando maior rentabilidade ao agricultor e a sustentabilidade do seu negócio.

ARTIGOS RELACIONADOS

Eficiência da aplicação de fósforo nos solos agrícolas

  José Luis da Silva Nunes Engenheiro agrônomo, doutor em Fitotecnia e integrante do Grupo Técnico do BADESUL Desenvolvimento - Agência de Fomento do Estado do...

Sistema de cultivo mínimo

As práticas silviculturais no Brasil foram estabelecidas inicialmente, no final da década de 1970 ..

Ferramentas de preparo de solo: Diferencial na silvicultura

O manejo de solo é a etapa primordial em diversas áreas da agricultura, dentre as quais a silvicultura, haja vista que na sua fase de desenvolvimento inicial as espécies florestais necessitam de um ambiente propício ao desenvolvimento e fixação das raízes.

Calcário: Como funciona e aumente a eficiência

Na agricultura moderna, a aplicação de calcário para correção de acidez de solo é uma técnica muito ..

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!