20.6 C
Uberlândia
quarta-feira, maio 22, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosCultivo de seringueira para produção de borracha natural

Cultivo de seringueira para produção de borracha natural

O cultivo de seringueira oferece uma alternativa sustentável e lucrativa para a produção de borracha natural.

Fernanda Moura Fonseca Lucas
Mestra em Engenharia Florestal e pesquisadora em Ciências Florestais – UFES
fernanda-fonseca@hotmail.com 

Nilton Cesar Fiedler
Engenheiro florestal, doutor e professor titular – UFES
niltoncesarfiedler@yahoo.com.br

A seringueira, cientificamente conhecida como Hevea brasiliensis (Willd. ex A. Juss.) Müll. Arg., é uma árvore que floresce nas vastas paisagens da região amazônica, sendo venerada como a principal fonte global de borracha natural.

Plantio na Fazenda Santa Maria, distrito de Pacotuba (ES)
Crédito: Antônio Thiago Soares de Almeida

Além de sua contribuição inegável para a economia, a presença da seringueira também desempenha um papel vital no ecossistema amazônico. No entanto, apesar da sua importância ecológica e econômica, o Brasil enfrenta um desafio significativo no atendimento à demanda nacional por borracha natural, pois a procura supera a capacidade atual de produção do país.

Esse descompasso entre oferta e demanda destaca a necessidade de estratégias eficazes de cultivo e gestão sustentável.

Importância da borracha natural

A seringueira desempenha um papel fundamental na economia global, uma vez que a borracha natural é um componente crucial para produção de uma ampla variedade de produtos.

Pneus de veículos, calçados, objetos médicos, brinquedos, utensílios domésticos e muitos outros produtos dependem dessa matéria prima para sua fabricação. A borracha natural possui vantagens significativas sobre as alternativas sintéticas, como a resistência e a biodegradabilidade.

Somado ao seu valor econômico, o cultivo da seringueira tem importância ambiental. As florestas de seringueira atuam como sumidouros de carbono, contribuindo para a mitigação das mudanças climáticas e promovem a biodiversidade local, desde que sejam manejadas de forma correta.

Uma grande vantagem é que a seringueira se adapta a quase todo tipo de solo, podendo ser encontrados plantios de norte a sul do Brasil.

Rentabilidade

A heveicultura proporciona fonte de renda para muitas comunidades em regiões tropicais e subtropicais, ajudando a reduzir a pobreza e promovendo o desenvolvimento local. Além disso, é uma cultura perene que pode fornecer látex durante várias décadas, o que a torna uma opção de investimento a longo prazo.

O cultivo de seringueira pode, ainda, contribuir para a diversificação econômica, diminuindo a dependência de culturas agrícolas mais tradicionais.

A produção da borracha em contexto nacional

Até o começo do século XX, o Brasil ostentava o título de maior produtor global de borracha natural, dominando o mercado com sua abundante oferta. Contudo, ao adentrarmos nos dias contemporâneos, testemunhamos uma significativa diminuição da participação brasileira nesse cenário internacional.

Atualmente, o país contribui com apenas 1% da produção mundial e não consegue suprir a demanda interna, mesmo com o valor de produção crescente (Figura 1).

Após os anos 2000, o sudeste do Brasil ultrapassou a produção das outras regiões do país. Conforme os dados divulgados pelo IBGE, o estado de São Paulo é hoje o maior responsável pela produção nacional, com uma quantidade robusta de 262.951 toneladas de borracha produzidas em 2022.

A extensão da área colhida abrange mais de 90 mil hectares, ressaltando a dimensão dessa atividade no estado. Além disso, o rendimento médio por hectare atingiu a marca de 2.917 kg, destacando a eficiência e a importância econômica dessa região no contexto da produção de borracha no Brasil.

Desafios do cultivo de seringueira

Apesar de todos os benefícios, o cultivo de seringueira não está isento de desafios. Um dos principais é a praga conhecida como “mal das folhas”, causada pelo fungo Microcyclus ulei.

Essa doença pode prejudicar gravemente a produção de látex e, em última instância, ameaçar a sobrevivência das árvores. O manejo adequado, como a seleção de árvores resistentes e a aplicação de fungicidas, é essencial para combater a doença.

Outro desafio é a variação dos preços da borracha no mercado internacional. A oferta e a demanda global afetam os preços, e os produtores de seringueira muitas vezes precisam lidar com flutuações nos seus rendimentos.

Sustentabilidade

Para garantir um cultivo de seringueira verdadeiramente sustentável, é essencial abordar as preocupações ambientais e sociais. Isso pode ser alcançado por meio do envolvimento com as comunidades tradicionais e a promoção de práticas de cultivo responsáveis, garantindo que a extração de látex não prejudique a saúde das seringueiras. Para isso, é necessário a adoção das seguintes estratégias:

  1. Práticas florestais sustentáveis

A implementação de práticas florestais sustentáveis é fundamental para reduzir os impactos negativos ao meio ambiente. Isso inclui o uso responsável de produtos químicos, a proteção de áreas de conservação e a promoção do reflorestamento em áreas degradadas. Uma alternativa é a integração da seringueira em sistemas agroflorestais, combinando seu cultivo com outras plantas, para promover a diversidade e aumentar a resiliência do ecossistema.

  • Práticas sociais responsáveis

O cultivo de seringueira não só gera renda para as comunidades locais, mas também oferece oportunidades de emprego. Além disso, programas de treinamento e educação podem melhorar as práticas agrícolas/florestais e promover o desenvolvimento de habilidades nas áreas rurais. Devem garantir condições de trabalho justas para os trabalhadores, respeitando direitos humanos e promover a inclusão social nas comunidades envolvidas.

  • Investimento em pesquisa

A pesquisa contínua é essencial para enfrentar os desafios existentes no cultivo de seringueira. Isso inclui o desenvolvimento de variedades resistentes a doenças, alterações climáticas, o aprimoramento de técnicas de cultivo, novas formas de processamento da borracha e a busca de alternativas para tornar a produção mais sustentável. O investimento em tecnologias inovadoras, incluindo práticas agroecológicas, pode aumentar a resistência da seringueira a adversidades e promover um uso mais eficiente dos recursos naturais.

ARTIGOS RELACIONADOS

Protetor solar para a soja

A radiação solar é a fonte primária de energia para os organismos vegetais.

Produtores apostam nos biológicos para cultivo seguro e sustentável do tabaco

Prática se estende para diferentes culturas desenvolvidas pelos mesmos agricultores

A viabilidade da adubação foliar para as florestas

José Geraldo Mageste Doutor e professor da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) jgmageste@ufu.br Fernando Simoni Bacilieri Engenheiro agrônomo e doutorando em Produção Vegetal, ICIAG-UFU ferbacilieri@zipmail.com.br Roberta Camargos de Oliveira Engenheira agrônoma...

Tomaticultor, consulte seu técnico!

É bastante comum em grupos de WhatsApp encontrar produtores à procura de bons produtos para essa ou aquela doença/praga, especulações de híbridos que estão sendo utilizados e tantas outras questões relacionadas ao cultivo do tomate.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!