27.6 C
Uberlândia
quarta-feira, abril 17, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesEnergia limpa: bom para a indústria, bom para o planeta

Energia limpa: bom para a indústria, bom para o planeta

No Dia Mundial da Energia, saiba mais sobre a geração de energia limpa e os seus impactos no setor produtivo

Hoje, 29 de maio, é celebrado o Dia Mundial da Energia, matéria que tem se tornado tendência dentro e fora das indústrias, que estão cada vez mais focadas na geração de energia através de fontes limpas e renováveis.

Mas, você sabe o que é Energia Limpa? Segundo Tânia Mara Santos, gerente de Energia da FIEMG, é uma forma de gerar eletricidade sem poluir o meio ambiente. “Ao contrário das fontes de energia tradicionais, como o petróleo e o carvão, que liberam grandes quantidades de gases poluentes na atmosfera, a energia limpa não emite gases de efeito estufa, o que ajuda a reduzir o impacto das mudanças climáticas”, explica. Ela pontua que este tipo de produção é proveniente de fontes inesgotáveis – como água, sol e vento – o que a torna uma escolha sustentável e segura para o futuro do planeta.

Créditos: Pixabay

A gestora também comenta que Minas Gerais vem, nos últimos anos, se destacando na produção de energia limpa, sendo um Estado líder nacional em geração de energia solar. “Temos várias iniciativas em operação, como a Usina Solar Fotovoltaica de Pirapora, que é considerada uma das maiores da América Latina”, afirma, esclarecendo que Minas se destaca também na produção de energia via força das águas, como as Usinas Hidrelétricas de Três Marias e de Furnas, dentre outras.

O Estado um exemplo de como a transição para uma matriz energética mais limpa e renovável pode ser bem-sucedida. De acordo com dados da International Energy Agency (IEA) e da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), cerca de 95% da energia elétrica produzida no estado é proveniente de fontes renováveis. Esse número é superior à média do Brasil, que possui 83% de fontes renováveis em sua matriz elétrica, e à média do mundo, que possui apenas 29% de fontes renováveis.

Mas, para que esse cenário continue pujante, Minas Gerais, com o investimento do governo estadual, oferece incentivos fiscais para empresas e residências que utilizam energia solar. “Nesses casos, ocorre a isenção de ICMS para a compra de equipamentos de geração de energia solar”, conta.

Além disso, várias instituições de pesquisa e empresas trabalham com o desenvolvimento de estudos e tecnologias voltados para produção de energia limpa, como a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e a Cemig, que investem, constantemente, em pesquisa e desenvolvimento deste setor. “Todas essas iniciativas mostram que o Estado está comprometido em promover uma transição energética sustentável e reduzir as emissões de gases de efeito estufa”, afirma.

ARTIGOS RELACIONADOS

FMC lança campanha para valorizar a cadeia produtiva da cana-de-açúcar

A FMC, empresa de ciência para agricultura e líder no segmento de cana-de-açúcar, acaba de lançar uma nova campanha que visa valorizar o setor sucroenergético, mostrando que a cana está presente no nosso dia a dia gerando diversas fontes de energia sustentável.

Créditos de carbono: Brasil pode ter receita de até R$ 100 bilhões

O Brasil tem potencial de gerar até R$ 100 bilhões em receitas com créditos de carbono nos setores do agronegócio, floresta e energia até 2030.

Entenda o que é um sistema fotovoltaico e os benefícios em obtê-lo

Crescimento do mercado de energia solar abre portas para novas opções de sistemas elétricos

Bagaço de cana: alternativa para gerar energia

A competitividade da indústria brasileira está fortemente correlacionada ao custo de um dos seus principais insumos: a energia elétrica. No setor de celulose, as plantas industriais são capazes de produzir toda a energia necessária ao processo fabril, disponibilizando o excedente para o Sistema Interligado Nacional (SIN).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!