20.6 C
Uberlândia
sábado, maio 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesExploração da figueira em regiões subtropicais

Exploração da figueira em regiões subtropicais

Givago Coutinho Doutor em Fruticultura e professor efetivo do Centro Universitário de Goiatuba (UniCerrado)givago_agro@hotmail.com

A figueira cresce naturalmente na ausência de podas, formando plantas de grande porte, fato que acontece nos países produtores de figos do mundo, como a Líbia, Turquia, Itália e Portugal. Já no Brasil, as figueiras são conduzidas no sistema de podas drásticas, visando à redução dos ramos que cresceram e produziram no ciclo anterior, durante o período de inverno.

Nos primeiros três anos, após o plantio, busca-se formar uma estrutura adequada para inserção dos ramos produtivos. A essa técnica denomina-se poda de formação.

A condução

Em razão do sistema de manejo de podas das figueiras, realizado no Brasil, inicialmente a condução é em haste única e quando a planta atinge os 50 cm de altura faz-se o desponte. Esse desponte ou poda inicial consiste na eliminação da gema apical e pode ser feito com tesoura de poda.

Ao realizar-se essa operação aparecem brotações laterais, que devem crescer livremente até atingirem 10 cm, para depois serem selecionados no máximo três brotos equidistantes no tronco, sempre a partir de 30 cm do solo, eliminando o excesso.

A partir daí, deixa-se crescer somente esses ramos, eliminando qualquer brotação que ocorrer, tanto no tronco como nos próprios ramos. Todos esses passos ocorrem no primeiro ano pós-plantio.

A partir do segundo ano, no inverno, entre os meses de junho e agosto, realiza-se a segunda intervenção na planta, visando a sua formação. É a partir dessa fase que a poda de formação se confunde com a poda de produção, pois ao realizar-se essa operação, uma poda drástica nos ramos se dá preparando a planta também para a produção nesse ano, pois a figueira produz seus frutos nos ramos resultantes dessa poda.

Recomendações

Os procedimentos da poda são os seguintes: os ramos serão cortados distantes do tronco entre 10 e 15 cm, deixando-os, no mínimo, com duas gemas por ramo. Uma vez iniciadas as brotações, deixa-se os brotos crescerem também até atingirem 10 cm, selecionando-se somente as duas brotações voltadas para o exterior do ramo e eliminando-se o excesso.

Dessa forma, cada planta irá desenvolver seis ramos, que também deverão ser conduzidos, eliminando qualquer brotação, tanto neles quanto no tronco principal.

[rml_read_more]

No terceiro ano, também no inverno, realiza-se novamente a poda, agora nos seis ramos que a planta desenvolveu, nos mesmos procedimentos do segundo ano, reduzindo-se esses ramos entre 10 e 15 cm de comprimento. No início da brotação, quando esses atingirem 10 cm de comprimento, preservam-se apenas duas brotações por ramo.

Assim, a figueira terá então 12 ramos por planta, que crescerão livremente e produzirão frutos. No próximo inverno, a figueira já estará com sua estrutura de copa formada e, dessa forma, iniciarão as podas de produção propriamente ditas.

Poda de plantas adultas

A partir do momento que a planta apresenta-se com 10 a 14 ramos (média 12), tem-se a conformação da figueira definitiva. É nessa fase que se iniciam as podas anuais de frutificação, considerando a planta já adulta.

O processo da poda segue os mesmos procedimentos descritos anteriormente para a formação. As brotações que produziram no ciclo anterior devem ser reduzidas. Corta-se cada ramo a cerca de 5,0 cm da base, em bisel (corte do ramo com leve inclinação para o interior da planta) a fim de facilitar o escorrimento de água da chuva e o aumento da superfície externa do ramo.

Após a brotação, quando esses estiverem com aproximadamente 10 cm de comprimento, realiza-se a desbrota, devendo-se selecionar um a quatro brotos por ramo, preferencialmente voltado para o exterior da planta.

Conduzem-se esses ramos livremente, eliminando toda e qualquer brotação, tanto nos ramos novos como no tronco. O número de ramos produtivos selecionados por ramo no momento da desbrota é em função do espaçamento e do destino da produção. Em espaçamento mais amplo, pode-se conservar mais ramos e em espaçamentos mais adensados menos ramos no momento da desbrota.

Casos específicos

Normalmente, para a produção de figos verdes para a industrialização, são preservadas duas a três brotações por ramo (total de 12 a 18 ramos por planta) e na produção de figos maduros somente um ou dois (total de seis a 12 ramos por planta).

A frutificação irá ocorrer na inserção das folhas com o ramo, na medida em que ele se desenvolve. É de fundamental importância manter as folhas na planta, para que o fruto tenha o desenvolvimento desejado, pois a queda prematura, causada, principalmente, por doenças, afeta seu desenvolvimento.

Deve-se dar especial atenção à produção de figos maduros para mesa. Os ramos resultantes da poda devem ser retirados do pomar e, com as restrições ambientais para queima, recomenda-se que sejam triturados e utilizados como cobertura morta para o próprio pomar.

ARTIGOS RELACIONADOS

Fazenda de cítricos é a primeira no mundo 100% monitorada por sensores inteligentes

Propriedade no Brasil utiliza tecnologia desenvolvida pela startup Adroit Robotics, que avalia milhões de frutos um a um, analisa condições das árvores, faz estimativas de safra e detecta pragas e doenças

Uso de sensores nos pomares começa a se consolidar no Brasil

Que a tecnologia veio para ficar no agronegócio não há dúvidas. Para ajudar a acelerar essas ...

Panorama do cultivo de pitaias no Brasil

A pitaia possuiu alto valor e tem se destacado como cultura exótica de beleza, potencial nutricional e sabor muito apreciados, além de surgir aos produtores como forma de diversificação da produção e uma nova fonte de renda.

Irrigação: Respostas à florada do maracujazeiro

O maracujá é uma frutífera de clima tropical pertencente à família Passifloraceae. O Brasil é o primeiro produtor mundial de maracujá e sua produção está em franca expansão, tanto para a produção de frutas para consumo "in natura" como para a produção de suco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!