27.6 C
Uberlândia
sábado, maio 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioMáquinasFeira DroneShow Robotics 2024 apresenta inovações em drones para inspeções, logística e...

Feira DroneShow Robotics 2024 apresenta inovações em drones para inspeções, logística e pulverização

Organizado pela MundoGEO, evento terá exposição com os drones mais modernos da atualidade e uma programação ampla de seminários e cursos para quem quer empreender e atuar nesse mercado. A DroneShow Robotics ocorrerá entre 21 e 23 de maio de 2024, no Expo Center Norte - Pavilhão Amarelo, em São Paulo

Divulgação

A profissionalização do mercado de drones vem abrindo inúmeras oportunidades de negócios no Brasil, notadamente nos setores de inspeções, logística e agricultura, que usam ao máximo as potencialidades desses equipamentos não tripulados. Esse é um cenário que será amplamente apresentado, seja em forma de equipamentos e serviços ou durante a programação de seminários e cursos da DroneShow Robotics 2024, evento organizado pela MundoGEO e que será realizado entre 21 e 23 de maio de 2024, no Expo Center Norte – Pavilhão Amarelo, em São Paulo.

O que há alguns anos era uma grande novidade, a entrega de refeições por drones já é comum em determinados mercados brasileiros, mas para além do delivery de comida, os drones avançam para o transporte de outros produtos, de variados tamanhos e pesos, atendendo segmentos bem distintos. A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) aprovou recentemente o transporte de substâncias biológicas de categoria B — materiais, análises clínicas e outros — para a Speedbird Aero, fabricante e operadora nacional de drone delivery, em parceria com o Grupo Fleury. Os drones da empresa que estará na feira em maio também já realizam entregas de mercadorias vendidas em e-commerce.

O próximo passo é o transporte de cargas pesadas, o que pode impactar fortemente os processos logísticos. A Moya Aero, uma outra empresa brasileira, está desenvolvendo um drone eVTOL (aeronave elétrica de decolagem e pouso vertical) capaz de carregar cargas de até 200 kg — o protótipo já voou e estará em exposição na DroneShow Robotics. Com uma autonomia de 300 km, o veículo abre uma janela de oportunidades para o transporte de cargas entre centros de distribuição ou unidades de uma mesma empresa, de forma mais rápida e barata que o transporte terrestre.

“Gradualmente as operações de drones na logística indoor e delivery no ambiente rural vão crescendo devido ao baixo risco, entretanto com o avanço da tecnologia embarcada e os recursos de segurança ficando mais robustos as liberações para voos em áreas urbanas em rotas previamente estabelecidas tendem a crescer exponencialmente”, explica o CEO da MundoGEO, Emerson Granemann.

Outro setor que está ampliando o uso de drones é o da agricultura, notadamente para a pulverização de lavouras. Trocou-se, dessa forma, a aplicação manual e os aviões pelos drones, ainda mais agora que a ANAC flexibilizou o uso dos drones para fins de pulverização,  não exigindo mais a certificação dos aparelhos. Esse movimento mexeu com o mercado, que observa um crescimento no número de drones vendidos, especialmente de marcas chinesas que são líderes nesse segmento — algumas delas estarão presentes na DroneShow Robotics.

Divulgação

A flexibilização, inclusive, tem feito muitos agricultores investirem na compra de equipamento e não mais terceirizarem a pulverização por drones a um prestador de serviço. Essa mudança perfil tem potencial para agilizar e baratear o cuidado com as lavouras, transmitindo essa redução para os clientes. Esse aspecto, aliás, será debatido em um dos seminários do evento.

“Estimativas extraoficiais apontam que o Brasil tem mais de 10 mil drones realizando o trabalho de pulverização no campo. O potencial de uso no país é de 50 mil drones fazendo este trabalho, devido a sua rapidez, precisão e menor custo comparado com outros processos com a mesma finalidade. Como comparação, a China com uma área agricultável semelhante à nossa, já utiliza mais de 100 mil drones para pulverização”, observa Granemann.

As inspeções também ganharam força nos últimos anos a partir do uso de drones, principalmente pela agilidade e baixo custo, desde inspeções em fachadas de prédios até monitoramento de linhas de transmissão de energia.

Mais recentemente, os drones deixaram o ambiente externo e migraram para dentro de infraestruturas, realizando inspeções em grandes armazéns, mas também em locais de difícil acesso em indústrias. Além de capturar imagens com câmeras e sensores 3D, alguns drones são capazes de agir e executar tarefas, como limpeza de estrutras. É o caso do drone Elios 3 da xd4solutions, que estará exposto na DroneShow Robotics.

“Os drones com sensores especiais embarcados são um poderoso instrumento para realizar inspeções, captando imagens de alta resolução com segurança, facilidade e extrema rapidez. Com a interpretação destas imagens, os especialistas podem identificar variações térmicas, rachaduras, infiltrações em fachadas de prédios, barragens, oleodutos, plataformas de petróleo, usinas eólicas, entre outras instalações normalmente de difícil acesso”, complementa o CEO da MundoGEO.

Organizado pela MundoGEO, que foi recentemente adquirida pela Italian Exhibition Group (IEG), o evento DroneShow Robotics acontece de forma presencial desde 2015 anualmente em São Paulo. A última edição foi realizada em 2023, com mais de 5.700 participantes de 33 países, 150 palestrantes e 120 empresas na feira. De forma simultânea à DroneShow Robotics 2024, acontecem no mesmo local outros três eventos com grande sinergia: o MundoGEO Connect, sobre tecnologias de captura da realidade; o SpaceBR Show, sobre a cadeia produtiva do setor e as soluções que vêm do espaço; e o Expo eVTOL, sobre os “carros voadores”.

LEIA TAMBÉM:

ARTIGOS RELACIONADOS

Londrina recebe 32º Congresso Brasileiro de Nematologia

Grupos de discussão e mesas-redondas abordarão o tema no evento, além de estudos sobre nova molécula nematicida Acontece de 15 a 19 de junho no...

Plante Seu Futuro garante aplicação correta de defensivos agrícolas em 200 propriedades rurais do Paraná

  Iniciativa 2,4-D é parceira da campanha Plante Seu Futuro, que coordenará as ações voltadas à execução do protocolo de tecnologia de aplicação   Deriva zero nas...

Principais aspectos para reduzir a deriva de herbicidas

Entre os princípios básicos da agricultura sustentável, destaca-se o uso de defensivos agrícolas por meio da aplicação de insumos de forma racional, inteligente e eficaz.

Colheita de café pode ocorrer mais cedo devido ao clima

Williams Ferreira            Pesquisador da Embrapa Café/EPAMIG UREZM na área de Agrometeorologia e Climatologia, atua principalmente em pesquisas voltadas para o...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!