26.6 C
Uberlândia
quarta-feira, abril 17, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesÍndice de Poder de Compra de Fertilizante melhora 12% em junho

Índice de Poder de Compra de Fertilizante melhora 12% em junho

O Índice de Poder de Compra de Fertilizantes (IPCF) apresentou uma melhora de 12% em junho

O Índice de Poder de Compra de Fertilizantes (IPCF) apresentou uma melhora de 12% em junho, fechando em 0,87, ante 0,99 de maio. O indicador é igual ao de março de 2021 e já é o menor de 2023. O cenário segue favorável ao agricultor, permitindo uma boa relação de troca.

Durante o período, os preços dos fertilizantes registraram queda média de 14% em relação a maio. A melhora no resultado do IPCF de junho também é reflexo da queda no preço das commodities (-0,2%), puxada pela queda no milho (cerca de 4%), que superou as altas de soja, algodão e cana-de-açúcar. Essa queda foi motivada pelas expectativas de alta produtividade brasileira da safrinha de milho e pelo atual cenário da safra americana, com anúncios do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) de clima favorável.

A partir desse momento, para evitar acúmulos logísticos o produtor deve buscar se planejar e receber antecipadamente seus insumos para garantir o plantio dentro da janela ideal.

Entendendo o IPCF

O IPCF é divulgado mensalmente pela Mosaic Fertilizantes e consiste na relação entre indicadores de preços de fertilizantes e de commodities agrícolas. A metodologia consiste na comparação em relação à base de 2017, indicando que quanto menor a relação mais favorável o índice e melhor relação de troca. O cálculo do IPCF leva em consideração as principais lavouras brasileiras: soja, milho, açúcar, etanol e algodão.

Metodologia

*A fonte para o cálculo dos preços dos fertilizantes no porto brasileiro é a CRU, empresa de consultoria internacional. Já os preços das commodities são apurados pela média do mercado brasileiro, em dólar, calculados com base nas publicações feitas pela Agência Estado e CEPEA.

**O índice de preços de fertilizantes inclui os valores de MAP, SSP, Urea e KCL ponderados pelas participações respectivas de seu uso no país. Já o das commodities inclui soja, milho, açúcar, etanol e algodão, ponderado pelo consumo de fertilizantes.

***O índice é também ponderado pelo câmbio, considerado 70% dos fertilizantes (custo) e 85% das commodities (receita).

****Culturas analisadas: soja, milho, açúcar, etanol (cana-de-açúcar) e algodão.

*****Dados referentes a junho/2023.

ARTIGOS RELACIONADOS

Valtra lança versão para sementes e fertilizantes da plantadora dobrável Momentum

Projetada e fabricada no Brasil, nova versão conta com caixa de fertilizantes e está disponível no mercado com opções de 24 e 30 linhas de plantio

Produtor precisa pensar em alternativas aos fertilizantes

A alta dos insumos e até o risco de um possível desabastecimento para as próximas safras desperta atenções no campo. Boa gestão e produtos alternativos como os biológicos podem ajudar a diminuir os impactos.

Fertilizantes organominerais:Do surgimento até as novas possibilidades

Um observador mais atento do mercado de fertilizantes no Brasil certamente concordaria com a afirmação de que há alguns anos estamos vivenciando uma nova fase na disponibilidade de novas tecnologias no segmento de nutrição de plantas.

Tecnologia inovadora em fertilizante multinutrientes eleva colheita do trigo

Com a expectativa de chegar a 8 milhões de toneladas neste ano, a colheita de trigo enfrentou ..

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!