28 C
Uberlândia
terça-feira, junho 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioMercadoIndução natural de resistência favorece produção de café no inverno

Indução natural de resistência favorece produção de café no inverno


Colheita e variações de temperatura reduzem imunidade da planta nesta estação

DSC02623_Durante os meses de inverno, as lavouras de café do país estão expostas a diversos fatores que podem dificultar o seu desenvolvimento. As altas variações de temperatura, com dias quentes e noites frias, e a fase de finalização do enchimento dos frutos do pé, que exige o deslocamento de nutrientes para essa área, debilitam a planta. Para amenizar estes impactos da época do ano, é essencial que o produtor inicie os cuidados no momento da pré-colheita.

“É importante que antes da entrada do inverno ou durante estes meses, seja trabalhada a indução de resistência nessa lavoura. Assim, estaremos estimulando a planta a aumentar as suas defesas naturais. Dessa forma, o cultivo responde de maneira mais forte às situações adversas desta estação”, explica o engenheiro agrônomo Marcus Agnolo, gerente técnico especializado em café da Alltech Crop Science.

No município de Campo do Meio (MG), o produtor de café Jhonnathans Miarelli utiliza, há dois anos, soluções naturais à base de leveduras com o objetivo de diminuir os impactos do inverno, em sua propriedade, e afirma que tem notado resultados positivos. “A planta apresentou um vigor maior. A resposta foi positiva em produção e na formação das lavouras”, conta o agricultor.

Segundo Agnolo, a aplicação de leveduras contribui para o processo natural de indução de resistência, estimulando os mecanismos naturais de defesa da planta. Além disso, o agrônomo destaca a utilização do Cobre, que beneficia a nutrição do vegetal. “Este elemento é importante pois contribui para o vigor e desenvolvimento mais equilibrado do cultivo. Assim, é possível responder melhor aos estresses fisiológicos gerados nessa estação”, complementa.

O especialista ressalta que este tratamento preventivo impacta diretamente na produtividade. “Ele contribui para a manutenção dos ramos laterais, que são os responsáveis pela produtividade na próxima safra. O café possui quatro floradas no ano (setembro, outubro, novembro e dezembro), sendo as duas primeiras as mais fortes. Então, se nós perdermos ramos, menor será a área para o desenvolvimento das flores e, consequentemente, a diminuição da produtividade”, finaliza.

Sobre a Alltech Crop Science

A Alltech Crop Science, divisão agrícola da Alltech Inc., desenvolve soluções naturais para os desafios da agricultura nos principais mercados do mundo. Por meio de produtos com alto valor agregado e tecnologia exclusiva nas linhas de nutrição, proteção e performance, garante sustentabilidade e lucratividade ao produtor rural. A Alltech Crop Science do Brasil é formada pela maior fábrica de leveduras do mundo, localizada em São Pedro do Ivaí (PR), pela sede em Araucária (PR) e pela nova unidade em Uberlândia (MG).

Informações para a imprensa
Camila Castro | Centro de Comunicação
camilac@centrodecomunicacao.com.br
Tel.: (41) 3018.8062 | 99972.1904

ARTIGOS RELACIONADOS

Beterrabas coloridas – A novidade no mercado

Cinthia Elen Cardoso Caitano Graduanda em Engenharia Agronômica - UNESP/FCAT Pâmela Gomes Nakada Freitas Engenheira agrônoma e professora do Departamento de Engenharia Agronômica - UNESP/FCAT pamelanakada@dracena.unesp.br Antonio Ismael Inácio...

Bacillus thuringiensis é aliado no controle da Helicoverpa

  Uéliton Trindade de Oliveira Engenheiro agrônomo da Integrada Cooperativa Agroindustrial ueliton.trindade@hotmail.com O Bacillus thuringiensis (Bt) vem sendo utilizado há muitos anos para o controle de lagartas na...

Mais que uma alternativa

  José Luiz Petri Pesquisador da Epagri/Estação Experimental de Caçador petri@epagri.sc.gov.br   Os danos causados por geadas durante o período de floração e desenvolvimento inicial dos frutos vão depender...

Híbrido de milho pode fazer a diferença no resultado da lavoura

Juliano Burko Graduando em Agronomia - Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) Fabiano Pacentchuk Engenheiro agrônomo, mestre em Produção Vegetal e doutorando em Agronomia " Unicentro fabianopacentchuk@gmail.com Criz Renê Zanovello Engenheiro...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!