18.1 C
São Paulo
quinta-feira, agosto 11, 2022
-Publicidade-
Inicio Destaques Molibdênio com aminoácidos aumenta eficiência

Molibdênio com aminoácidos aumenta eficiência

Júlio César RibeiroEngenheiro agrônomo e doutor em Agronomia/Ciência do Solo – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)jcragronomo@gmail.com

João Augusto Dourado Loiola Graduando em Engenheira Agronômica – Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ)joaoaugustodourado@gmail.com

Soja – Créditos Shutterstock

Os aminoácidos são compostos formados por esqueletos de carbono, nitrogênio, oxigênio e hidrogênio. São componentes das proteínas e fitormônios. No total, são 20 aminoácidos essenciais para as plantas.

Dentre eles, podemos destacar a metionina, um aminoácido percursor do etileno, que é um importante hormônio para a maturação dos frutos. A aplicação de aminoácidos tem o objetivo de suplementar a cultura e potencializar a nutrição vegetal.

A suplementação com aminoácidos em conjunto com micronutrientes (quelatos) tem a função de facilitar a formação de compostos proteicos, aumentar a eficiência das atividades metabólicas e elevar a absorção de nutrientes, tendo como consequência o aumento na produtividade.

Atuação

O molibdênio é um nutriente essencial para a nutrição vegetal que desempenha funções importantes no metabolismo do nitrogênio, sendo constituinte das molibdoenzimas (nitrato redutase e nitrogenase).

Este micronutriente é considerado pouco móvel na planta, desta forma, a aplicação de molibdênio associado a aminoácidos auxilia no metabolismo vegetal, bem como no fluxo da seiva. Compostos de molibdênio e aminoácidos são fontes e percussores de energia para a cultura.

O aporte deste micronutriente consorciado com aminoácidos resulta em uma maior síntese de proteínas nas plantas, proporcionando grãos com maior teor de proteínas e mais pesados.

Benefícios proporcionados

Os benefícios são notórios, tanto no tratamento de sementes quanto na adubação foliar. Quando o quelato (molibdênio e aminoácidos) é aplicado no tratamento de sementes ocorre uma melhora no enraizamento das plantas, com um sistema radicular robusto, vigoroso e bem desenvolvido.

Quando a aplicação desse quelato é realizada via adubação foliar, por exemplo, na cultura da soja, são verificadas plantas mais sadias e com adequado enchimento de grãos. Destra forma, o manejo nutricional com adubação foliar proporciona uma melhora na performance da cultura quando, por exemplo, o molibdênio é aplicado em conjunto com aminoácidos.

Lembrando que essa técnica funciona como uma suplementação nutricional, fortalecendo a cultura contra estresses abióticos e bióticos, principalmente em períodos de veranicos.

Detalhes da técnica

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.

Inicio Destaques Molibdênio com aminoácidos aumenta eficiência