21.6 C
Uberlândia
segunda-feira, junho 24, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosPó Secante é aliado no tratamento de sementes

Pó Secante é aliado no tratamento de sementes

 

 Crédito Laborsan
Crédito Laborsan

Com a crescente demanda do setor em obter tecnologias que ofereçam mais viabilidade técnica e funcional em um curto prazo de tempo, as empresas fabricantes de agroquímicos mobilizam constantemente suas áreas de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) para que os esforços estejam voltados sempre para o campo, isto é, que os produtos e suas finalidades possam oferecer retorno direto para o produtor.

Foi desta forma que surgiu e ganhou mercado o Pó Secante. A tecnologia rapidamente obteve a confiança do produtor, sendo considerado um aliado ao tratamento de sementes, mostrando-se bastante eficaz e entrando definitivamente na composição do tratamento de grandes sementeiras e cooperativas.

O destaque para aceitação e viabilidade do produto está em sua flexibilidade, isto é, pode ser inserido tanto no tratamento de sementes industrial (mais conhecido), como no tratamento convencional.

Com total compatibilidade aos defensivos e culturas, a tecnologia procura atender a necessidade dos produtores em obter uma melhor fluidez das sementes pós- tratamento, onde a semente naturalmente encontra-se com alto índice de umidade e porosidade.

A evolução do pó secante no tratamento de sementes

Ao buscar um tratamento de semente específico para sua região e clima, o produtor encontra à disposição uma extensa linha de opções de inseticidas e fungicidas que, positivamente, entram como um seguro da semente. Os defensivos têm por natureza uma viscosidade e densidade variadas, sendo este o fator crucial para o sucesso do Pó Secante.

O produto foi criado sob o olhar técnico do processo que (em tempos de crise logística e escoamento no mercado nacional) precisa ser cada vez mais acelerado. Do contrário essa “linha do tempo“ sem uma semente tratada de forma eficiente e com secagem assegurada, seria em vão.

A aplicação do Pó Secante no processo de ensaque e plantio das sementes tratadas substitui, inclusive, a utilização de outros lubrificantes convencionais.

“O produto, por ser extremamente fino, oferece, com uma dosagem reduzida, o principal desejo do produtor: secagem e fluidez. Desta forma, o reflexo de uma semente com superfície lisa pode ser identificado também em um melhor escoamento da semente no plantio, evitando a utilização descontrolada do grafite“, diz Leonardo Ribeiro, do departamento comercial da divisão de Agronegócios da Laborsan Brasil, empresa nacional e fabricante de Polímeros e Pó Secante.

Características

Leonardo destaca que, além dos pontos técnicos obtidos com o Pó Secante, a característica comercial das sementes também é um fator importante para a aquisição do produto. “Além da absorção de umidade, o Pó Secante proporciona um excelente efeito visual, pois sua fórmula dispõe de componentes químicos que promovem brilho, realçando e identificando ao produtor que ali foi realizado um tratamento de sementes eficiente“, garante.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Análise econômica do sistema soja – milho safrinha

Raphael Maia Aveiro Cessa Professor e pesquisador da área de Agronomia " Confresa (MT)  raphael.cessa@cfs.ifmt.edu.br Elmo Pontes de Melo Professor e pesquisador do Centro Universitário da Grande Dourados elmo.melo@cientificams.com Miashyro...

Mercado de defensivos para milho tem alta de 8%

A consultoria Spark Inteligência Estratégica divulgou seu estudo anual BIP Milho – Business Inteligence Panel. O estudo avaliou o comportamento do mercado de defensivos agrícolas para a cultura na safra de verão 2019/20.

A Semente é fundamental na produção de milho?

AutoresMaria Idaline Pessoa Cavalcanti Engenheira agrônoma, mestra em Ciências Agrárias e Doutoranda em Ciência do Solo – Universidade Federal da Paraíba (UFPB) idalinepessoa@hotmail.com...

Crotalária – Antagonismo no controle eficiente de fitonematoides

  Rafael Henrique Fernandes Engenheiro Agrônomo, mestre em Agronomia (Produção Vegetal) e doutorando em Fitotecnia pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) rafael.fernandes@ufv.br Darlan Ferreira Borges Engenheiro Agrônomo, mestre em...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!