Produtores aprovam variedades de pepinos

0
270
Pepino Tikara – Foto: Agristar

O calendário de produção do pepino no Brasil varia conforme a região, por conta do clima predominante e, apesar de ser bem adaptável a diversas estações, a produção mais expressiva é no verão, uma vez que o frio limita o desenvolvimento e reduz o tempo de colheita.

Diante dessa realidade, a linha Superseed desenvolveu um portfólio de pepinos híbridos diversificado, procurando cada vez mais incorporar e melhorar os pacotes de resistências de acordo com o que cada região necessita.

Hoje a Superseed, possui três híbridos de pepino: Tikara, Zebu e Vectra, variedades que têm conquistado bons resultados entre os produtores. Dentre os exemplos está o produtor Márcio Ferreira Pereira, que planta pepinos há 22 anos em Campo Leal, distrito de Sumidouro (RJ).

Em média, ele planta meio hectare por vez, ou sete mil plantas, três vezes ao. “Estou muito satisfeito com o pepino Tikara. Há seis anos trabalho com o material e minha lavoura é toda dele. A beleza do produto é muito importante e isso ele tem muito, além da produtividade, que esse ano foi especialmente alta. Ele tem tudo o que eu procuro em um pepino japonês e nessa região, na minha opinião, ele não tem concorrência, é o melhor!”

O especialista em cucurbitáceas da Agristar do Brasil, Rafael Zamboni, explica que o Tikara é um pepino japonês, partenocárpico, com uma planta vigorosa e boa adaptabilidade, principalmente nas regiões em que se planta em campo aberto. “Apresenta internódios curtos, pouca flor macho, na maioria cada internódio apresenta um fruto, que se destaca pelo padrão de mercado, excelente brilho e pós-colheita”.

Vigor e pegamento de fruto

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.