23.1 C
São Paulo
quinta-feira, janeiro 27, 2022
- Publicidade -
- Publicidade -
Inicio Eventos Santa Clara Agrociência apresenta as inovações e o futuro da agricultura

Santa Clara Agrociência apresenta as inovações e o futuro da agricultura

Crédito Adrielle Teodoro

A Santa Clara Agrociência, empresa líder na inovação tecnológica em nutrição e proteção vegetal, promoveu nos dias 03 e 04 de julho, em Ribeirão Preto (SP), a 5ª Conferência Internacional Santa Clara Agrociência. Com o tema principal “Inovação e Futuro da Agricultura”, o evento proporcionou a disseminação de conhecimento entre consultores, agrônomos e técnicos.

“O principal objetivo da 5ª Conferência Internacional Santa Clara Agrociência foi a troca de conhecimento entre toda a cadeia, um conhecimento gerado pela empresa e seus associados de pesquisas, como universidades e instituições. É um evento muito técnico, mas focado em negócios”; explica o CEO da Santa Clara, João Pedro Cury.

O evento

No primeiro dia o evento iniciou com uma apresentação realizada por João Pedro Cury, CEO da Santa Clara Agrociência, sobre a história e projeções do Grupo. Após a conferência, seguiram-se as palestras com os seguintes temas: ‘Agronegócio no terceiro milênio’, com o doutor e professor José Luiz Tejon Megido; ‘Resistência de fungos e novas estratégias de controle, proferida por Luis Henrique Carregal, da Agro Carregal Pesquisa e Proteção de Plantas; ‘Soluções Santa Clara para nutrição e proteção de plantas’, com Nykolas Schiavon, consultor técnico da Santa Clara Agrociência; ‘Avanços na tecnologia de aplicação agrícola’, com o doutor e professor da UENP, Marco Antônio Gandolfo; ‘Soluções Santa Clara para melhoria da pulverização agrícola’, ministrada por Eder Moraes, coordenador técnico da Santa Clara; ‘Proteção solar e redução de estresse climático’, com Nykolas Schiavon; ‘Manejo fisiológico para altas produtividades’, proferida por Evandro Binotto Fagan, doutor e professor da UNIPAN; e ‘Nutrição estratégica e desenvolvimento das culturas’, com Marcelo Vieira Rolim, diretor técnico e marketing da Santa Clara.

No segundo dia da 5ª Conferência foram formalizadas parcerias com duas instituições de pesquisas do País. Além da assinatura de mais uma parceria entre a Santa Clara, Embrapa e a Embrapii, para a realização de pesquisas voltadas para o desenvolvimento de um bionematicida, foi firmada outra parceria de cooperação com a ESALQ – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz e Embrapii – Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial, cujo objetivo é desenvolver biofungicidas a partir de óleos essenciais extraídos de plantas.

No segundo dia da conferência também foram proporcionados aos participantes uma série de palestras, com destaque para: ‘Potencial de tecnologias biológicas no manejo de pragas e doenças, a cargo do pesquisador da Embrapa Agroenergia Félix Gonçalves de Siqueira; ‘Métodos de controle natural de nematóides’, com Eder Moraes, coordenador técnico da Santa Clara; ‘Manejo de nutrição e proteção vegetal na América’, com o engenheiro agrônomo da Costa Rica Ernesto Maurício Quiros Fallas; ‘Inovações do Grupo Santa Clara e o futuro da agricultura’, proferida por Marcelo Rolim, diretor técnico e marketing da Santa Clara; ‘Nutrição equilibrada e maturação de plantas’, proferida pelo professor da Unesp Carlos Alexandre Costa Crusciol; ‘Tecnologia patenteada de utilização de enxofre e potássio na agricultura’, ministrada por Nykolas Schiavon, coordenador técnico da Santa Clara, e por fim a palestra sobre ‘Potencial de uso de compostos naturais no manejo agrícola’, com o pesquisador Nilson Borlina Maia.

Ao final, o CEO da Santa Clara, João Pedro Cury, falou sobre o Projeto Santa Clara de Bioinseticidas e Biofungicidas, e deixou uma mensagem de encerramento, com a entrega de premiações aos clientes da Santa Clara.

Sucesso e satisfação

Considerado um dos eventos mais importantes do segmento de nutrição e proteção vegetal promovidos no País, a edição deste ano repetiu o sucesso registrado no ano passado, com a presença de mais de 350 participantes, e ainda contou com o comparecimento de participantes de 18 países, atraídos pelo alto nível de informações proporcionadas pela conferência.

Felipe de Oliveira Ribeiro é produtor de grãos na cidade de Cesário Lange (SP), e possui uma área produzida de 1.500 ha. Ele esteve presente na 5ª Conferência Internacional Santa Clara Agrociência e destacou a importância deste evento: “A conferência é muito boa, com apresentações bem tecnológicas, palestrantes de relevância em cada assunto e foi bastante proveitosa”.

“A agricultura vai passar por uma mudança mais acelerada, e precisamos acompanhar essas mudanças. A Santa Clara é uma empresa com DNA muito forte para desenvolver novas condições e estamos nesse caminho, fazemos as parecerias com centros de pesquisas chave, trazendo internamente boas pessoas, e criando parcerias que vão garantir o sucesso no futuro”, destaca Marcelo Rolim, da Santa Clara.

Sobre a Santa Clara Agrociência

Fundada oficialmente em 1997, mas com uma experiência acumulada de mais de 50 anos dos seus idealizadores, o Grupo Santa Clara é líder em inovação tecnológica nas áreas de nutrição e proteção vegetal no Brasil e atua em mais de 30 países. Seu objetivo é contribuir com soluções inovadoras de qualidade na pesquisa, desenvolvimento, produção e distribuição de insumos que auxiliem no ganho de produtividade do agricultor.

Com fábricas em Jaboticabal e Cravinhos, no interior paulista, além da sede administrativa em Ribeirão Preto, próxima a São Paulo, atualmente o Grupo lidera empresas que, além da Santa Clara Agrociências, incluindo: CCA, voltada à fabricação de biodefensivos; Hydromol, destinada à fabricação de fertilizantes para terceiros; e Brazilian Seeds, focada na produção de sementes forrageiras.

O grupo conta com uma equipe de 153 profissionais, investe mais de 8% da receita anual em P&D, possui patentes registradas de alta tecnologia na área e disponibiliza insumos avançados para todas as principais culturas em diversos países.

Inicio Eventos Santa Clara Agrociência apresenta as inovações e o futuro da agricultura