14.6 C
Uberlândia
quinta-feira, maio 30, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesSeminário do Café

Seminário do Café

Seminário do Café – Foto: Adrielle Teodoro

Reativa energia da cafeicultura brasileira

A Acarpa – Associação dos Cafeicultores da Região de Patrocínio, realizou a 29ª Edição do Seminário do Café nos dias 26, 27 e 28 de outubro de 2021 no Centro Universitário do Cerrado UNICERP, em Patrocínio (MG).

Nesta edição com público superior a três mil visitantes e 25 expositores, o Seminário do Café é considerado um dos principais eventos da cafeicultura e conta com uma diversificada programação técnica, difusão de tecnologia, além da exposição de máquinas, implementos, insumos, produtos e serviços para as atividades agrícolas.

Kafa AgrícolaSucesso para sua lavoura

A Kafa Agrícola nasceu como uma empresa de representação em 2017.

No ano seguinte alcançou um novo patamar de negócios, se tornando uma revenda com portfólio completo.

Foto: Adrielle Teodoro

A Kafa Agrícola é uma revenda de insumos sediada em Patrocínio (MG). Seu portfólio oferece soluções para culturas como café, cereais e HF, com a linha de nutrição completa, fertilizantes organominerais e convencionais, sementes, biológicos e defesa das plantas.  

O portfólio de produtos da Kafa Agrícola busca oferecer tecnologias modernas, de alto resultado e de empresas conceituadas. Seu foco principal são produtos na área de nutrição, com linhas especiais, pois uma planta bem nutrida adoece menos e produz mais. “Com o cenário atual, nosso propósito é a utilização de novas tecnologia como aliada na solução dos desafios do campo, considerando também custos adequados ao perfil de cada produtor”, destaca Kássio Fonseca, proprietário da kafa.

O evento

Para Lena Oliveira, proprietária da Kafa, o Seminário do Café é um evento tradicional e referência para os cafeicultores, não só de Patrocínio, mas de toda a região. “Aqui buscamos mostrar para os produtores o que há de melhor em novas tecnologias. Estamos atravessando um período de desafios, com mudanças climáticas que exigem produzir mais e melhor, sem descuidar do meio ambiente. Então, a sustentabilidade é uma pauta, e nós prezamos por trazer tecnologias que possam auxiliar esses produtores a resolverem todos esses desafios e conseguirem bons resultados no campo”, pontua a empresária.

A volta com segurança

Lena Oliveira diz que retornar aos eventos pós-pandemia é algo muito gratificante. “É a parte do ‘conviver’ que nos traz esse ambiente de que a vida está voltando ao normal. Neste evento foram mantidas todas as orientações de segurança. O espaço é aberto, com circulação de ar, foram tomados todos os cuidados, e as empresas também estão atentas a isso. Esse é o novo normal que estamos vivendo e que vai perdurar por alguns eventos ainda”, conclui. Durante o Seminário do Café, lançaram a campanha “Quem é agro faz a diferença” no intuito de traduzir o pertencimento do produtor e dos profissionais do agro neste início de uma nova safra.

ARTIGOS RELACIONADOS

Bicho-Mineiro: “Come quieto“ e devasta seu cafezal

  Por Flávio Irokawa, Engenheiro Agronômo gerente de Marketing de H&F da FMC Agricultural   Bebida saboreada há mais de mil anos pela humanidade e que cada...

Recepa pesada no café não precisa ser difícil

A recepa pesada do cafeeiro já conta com uma máquina que facilita o trabalho. Trata-se de um triturador de troncos com até 18 cm de diâmetros. A máquina é ideal para atender lavouras que acabam de ser recepadas.

Mulching traz economia ao plantio de café

O mulching está sendo usado com sucesso no plantio de café arábica. Resultados de pesquisas comprovam redução de 38% nos custos com manejo da lavoura.

Safra mineira de café deve alcançar 27,5 milhões de sacas em 2023

Mesmo sendo ano de bienalidade negativa, quando a produção tende a ser menor, volume deve superar a safra anterior

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!