19.6 C
Uberlândia
quinta-feira, junho 20, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioTecnologiaTecnologia limpa disponível no Brasil é aliada do produtor de orgânico

Tecnologia limpa disponível no Brasil é aliada do produtor de orgânico

Para não utilizar químicos no controle de plantas daninhas, a capina elétrica é uma alternativa viável, segura para a fauna, flora e ao solo da propriedade, além de emitir zero carbono.

Crédito Zasso

Segundo o Ministério da Agricultura, o Brasil conta com cerca de 16 mil produtores orgânicos cadastrados, número que cresce a cada ano. Da mesma forma, o mercado consumidor passa pelo início de um processo de consolidação e o crescimento se fortalecerá nos próximos anos, conforme aponta recente pesquisa realizada pelo Conselho Brasileiro da Produção Orgânica e Sustentável (Organis).

O vasto mercado de oportunidades no setor também tem, naturalmente, seus desafios. Na produção, um deles é o manejo de controle de plantas daninhas, onde o produto químico, como o herbicida, não pode ser utilizado. As daninhas competem pelos recursos naturais da plantação e podem causar a redução do crescimento das plantas, do desenvolvimento e da produtividade.

Além disso, em um segundo momento, agem como foco de proliferação de pragas e doenças, como insetos e pequenos animais, como roedores e pássaros. Consequentemente, há uma baixa no rendimento da produção e o produtor começará a arcar com um custo maior de produção.

Como alternativa não química para este manejo que é tão importante, o Brasil pode contar com a capina elétrica. Trata-se de uma ferramenta dotada de alta tecnologia que utiliza descargas elétricas para eliminar ervas daninhas das plantações. Desenvolvida e patenteada pela empresa multinacional Zasso™, além de ser uma opção zero herbicida, traz a vantagem de também ser zero emissão de carbono.

Para o orgânico

O cultivo orgânico tem grandes desafios, especialmente quando falamos de zero resíduos. Para auxiliar esse público, a capina elétrica é uma alternativa viável e importante. Dois equipamentos da empresa podem ser utilizados, os modelos motocultivador e o microtrator, ambos da linha Raiden. Com grande versatilidade, possuem fácil manuseio e valores mais acessíveis. “Nossa ideia é ampliar a utilização da capina elétrica nos mercados agro-urbanos que já atuamos, porém, de forma muito mais ampla. Acreditamos que o produtor de orgânico pode se beneficiar muito da nossa tecnologia, especialmente porque ela deixa zero resíduos no ambiente”, explica Sérgio Coutinho, Co-CEO e fundador da Zasso™.

A multinacional possui diversas certificações que garantem a sustentabilidade da tecnologia. “Com certeza estamos oferecendo ao produtor brasileiro uma opção com alta tecnologia e pesquisa agregada, e que além de ser sustentável frente ao uso de herbicidas e outros produtos para a eliminação das plantas invasoras, também entrega resultados”, finaliza o executivo.

Zasso Group AG – É uma empresa sediada na Suíça, que tem como missão fornecer tecnologias seguras, eficientes, viáveis e necessárias para um mundo livre de herbicidas. A companhia remodelou o paradigma mundial de capina. Originalmente desenvolvida no Brasil, a tecnologia patenteada é sistêmica, controlando os sistemas aéreos e radiculares das plantas. Possui escritórios em Zug (Suíça), Indaiatuba (Brasil), Aachen (Alemanha) e Paris (França). Mais informações podem ser encontradas no site corporativo: www.zasso.com ou pelo telefone (19) 97152-0620.

ARTIGOS RELACIONADOS

Falta de novas moléculas: plantas daninhas aumentam sua resistência

Plantas daninhas podem aumentar sua resistência e serem mais difíceis de combater devido a falta de herbicidas pré-emergentes.

Principais tratos culturais para a mangueira

As práticas culturais realizadas na cultura da mangueira têm a finalidade de fornecer condições favoráveis ao desenvolvimento das plantas, resultando em aumento de produtividade e melhor qualidade do fruto.

Manejo integrado de daninhas

Muitas formas de manejo de plantas daninhas podem ser utilizadas nos ambientes de cultivo, sendo que o uso dos métodos químico, físico, mecânico, cultural e biológico devem serem adotados de acordo com as especificidades de cada cultura, e para cada fase fenológica.

Produtores de citros e café eliminam daninhas sem herbicidas

A capina elétrica, desenvolvida pela Zasso, integra a tecnologia XPower, disponível em máquinas agrícolas do portfólio CNH Industrial para as duas culturas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!