23.7 C
Uberlândia
quinta-feira, fevereiro 29, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosTecnologia na vedação de silagens

Tecnologia na vedação de silagens

A TechAgro.disponibiliza uma linha completa de cobertura de silagem, inclusive com um produto premium, enriquecido com polímeros de alta resistência mecânica e a aclamada barreira ao oxigênio.

Presente em todo território nacional, a ensilagem de volumoso destinada à alimentação de ruminantes e outros animais é um dos grandes desafios que o pecuarista enfrenta. Iniciando com um planejamento adequado, todo o processo exige condições singulares para uma boa conservação da forragem, seja ela de milho, sorgo, capim ou outra forragem verde.

A qualidade de uma silagem está relacionada diretamente à ausência de oxigênio (anaerobiose) em seu interior. De modo sucinto, para que isso ocorra o pecuarista deve se atentar ao teor de matéria seca no momento da colheita, ao tamanho recomendado das partículas de corte, à compactação do material depositado no silo e, por fim, à vedação de toda a massa ensilada.

Crédito: AzulPack TechAgro

Plasticultura

É comprovado cientificamente que a adoção de filme plástico dupla-face (preto e branco) para a cobertura dos silos influencia a qualidade bromatológica e digestibilidade da silagem gerada, assim como o desenvolvimento dos animais. Entretanto, existem suposições no mercado quanto à coloração, espessuras e durabilidades dos filmes plásticos.

Almejando o mínimo impacto da energia (radiação UV) do ambiente externo na silagem, os filmes plásticos que apresentam melhor resultado são os conhecidos como “dupla-face”.

Estes apresentam uma face branca, que deve ser exposta para o ambiente, e uma face preta, que fica voltada ao interior do silo. Esta combinação de cores é a melhor opção para a neutralização da radiação incidente na silagem e da energia gerada dentro da silagem.

Manejo

Já é de conhecimento de todos que a cobertura plástica possui um manejo inicial para a vedação da massa ensilada e, após a abertura para consumo do silo, o manuseio com o plástico é diário.

A partir disso, o filme polimérico necessita de uma formulação contendo resinas termoplásticas de alta performance para suportar as movimentações e pacote de aditivação correto para aumentar a longevidade da integração entre as cadeias carbônicas do polietileno.

Esta sinergia entre boas resinas e pacote de aditivação dará segurança ao produtor na hora de escolher o filme plástico.

Tecnologias

A escolha da espessura do filme de cobertura é um velho paradigma do mercado. A preferência pela adoção dos filmes com 150 ou 200 micras está relacionada aos parâmetros mecânicos que estes possuíam na década de 90. Dentre as suposições, esta é uma das que mais impede a flexibilização nos valores de compras das bobinas de filmes plásticos.

Não obstante, o uso de um filme de polietileno com boa pigmentação, resinas de qualidade, aditivação e espessura correta não é suficiente para bloquear totalmente o oxigênio. O polietileno é conhecido como uma excelente barreira a líquidos, porém, não apresenta o mesmo desempenho com os gases.

Existem outros polímeros no universo plástico que desempenham melhor essa função, sendo dois deles o EVOH.

Pacote de soluções

Diante desta problemática, a Azul Pack, empresa de quase 50 anos de mercado, está oferecendo ao mercado um pacote de soluções através da marca TechAgro. Trata-se da família completa de produtos destinados à cobertura de silagem, como: TechSilo, TechSilo HP, TechO₂ Barrier Underlayer e TechSilo O₂ Barrier 2 in 1.

Esta linha completa de produtos visa atender todos os nichos de pecuaristas, não só do mercado nacional, mas também como do mercado externo.

Esta linha se inicia com as lonas “dupla-face” de mais alto desempenho no mercado brasileiro e chega ao seu ápice com um produto premium, enriquecido com polímeros de alta resistência mecânica e a aclamada barreira ao oxigênio.

Além disso, a adoção de boas práticas de fabricação e máquinas de última geração associados a estes polímeros enriquecidos possibilita à linha TechSilo superar o paradigma das “lonas grossas” e objetivar a entrega de um produto que proporcione segurança e confiança ao pecuarista.

ARTIGOS RELACIONADOS

Produção de alho: O que você ainda não sabe

O alho (Allium sativum L.), pertencente à família Alliaceae, é originário de regiões de clima temperado da Ásia Central. É considerado uma das plantas mais antigas utilizadas na alimentação, seja na culinária, pelo aroma e sabor, ou por suas propriedades medicinais.

Essere Group mostra como aplicar tecnologia SIM no EXPOCAMDA Cereais 2023

Dentre as culturas de trabalho está o amendoim, com destaque para as tecnologias associadas ao manejo de nematoides.

Syngenta Seeds acelera projeto de franquias

Iniciativa tem o objetivo de aumentar a presença nos mercados de soja e milho, identificar oportunidade de crescimento e ampliar a proximidade com agricultores.

FMC participa da C.Vale e leva soluções tecnológicas

Com o avanço da safra 21/22 o produtor poderá contar com a plataforma do Programa Juntos e as soluções que a FMC TEM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!