16.4 C
Uberlândia
quinta-feira, julho 18, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioEventosCongresso Brasileiro de Fitossanidade: Satis apresenta trabalhos sobre manejo de doenças foliares

Congresso Brasileiro de Fitossanidade: Satis apresenta trabalhos sobre manejo de doenças foliares

Divulgação

A Satis apresentará cinco trabalhos de pesquisa durante o VI Congresso Brasileiro de Fitossanidade, que acontecerá de 21 a 23 de setembro, em Goiânia (GO). O analista de pesquisa e desenvolvimento da empresa, Manoel Batista da Silva Junior, informa que as pesquisas foram realizadas no Campo Experimental da companhia, localizado em Araxá (MG), e os trabalhos serão mostrados no formato de banners. As pesquisas foram desenvolvidas em parceria com a Universidade Federal de Pelotas (RS), Universidade Federal de Goiás (GO) e Universidade Federal de Lavras (MG), conduzidas de forma científica e seguindo as metodologias de pesquisa padrão para essa finalidade.

Os trabalhos têm como foco o uso das soluções Fulland e Tatic no reforço do manejo das principais doenças foliares em feijão, milho e soja. O objetivo é mostrar a eficiência de produtos alternativos à base de cobre como reforço para o manejo de doenças, visando auxiliar na redução de problemas de resistência dos patógenos a fungicidas nestes cultivos.

Na cultura do feijão, foi avaliado o efeito dos dois produtos, ambos complexos químicos de cobre, um sistêmico (Fulland – CQSCu) e um de contato (Tatic – CQCCu). Os dois produtos foram adicionados a três fungicidas utilizados no manejo da antracnose (Colletotrichum lindemuthianum) e a mancha angular (Pseudocercospora griseola). Estas são as principais doenças foliares do feijoeiro, causam perdas significativas e já existem relatos da insensibilidade de isolados (In vitro) dos dois patógenos a fungicidas. Por isso, a importância de se buscar táticas alternativas para incluir no manejo destas doenças.

No caso do milho, o problema é a mancha branca, doença causada por um complexo de patógenos fúngicos e bacterianos que provoca perdas significativas na lavoura. Dessa forma, o foco do trabalho foi avaliar o efeito do complexo químico de cobre sistêmico (Fulland – CQSCu) combinado com diferentes fungicidas para o manejo da doença e produtividade em dois híbridos de milho na safrinha. O cobre pode atuar no manejo de bactérias e fungos e, com isso, otimizar o controle promovido pelos fungicidas no complexo da mancha branca.

LEIA TAMBÉM:

Na soja, também há casos de resistência de patógenos a fungicidas, principalmente do agente causal da ferrugem asiática (Phakopsora pachyrhizi). Estes problemas fizeram a EMBRAPA criar o Consórcio Antiferrugem que vem estudando o desempenho dos principais fungicidas registrados para o manejo da doença e tem mostrado perda na eficiência destes produtos. Outro ponto importante é que a maioria das pesquisas com controle químico e melhoramento em soja esteve muito focada na ferrugem devido às perdas causadas pela doença. Com isso, as outras doenças como as manchas foliares (DFCs) ficaram por muito tempo em segundo plano e nas últimas safras têm ganho maior importância. Foram incorporados no manejo os fungicidas protetores/multissítios e indutores de resistência e outros produtos alternativos à base de cobre. Daí a necessidade de estudar um complexo químico de cobre sistêmico (Fulland – CQSCu) que pode dar maior vida útil às moléculas de ação específica e otimizar o manejo da ferrugem e da DFCs.

ARTIGOS RELACIONADOS

abagLAB apresenta soluções no 22º Congresso Brasileiro do Agronegócio

O 22º Congresso Brasileiro do Agronegócio, uma realização da Associação Brasileira do Agronegócio - ABAG e da B3, a bolsa do Brasil, marcado para o dia 7 de agosto, contará com a presença do abagLAB, plataforma digital criada pelo Comitê de Inovação ABAG, que conecta cadeias produtivas, contribuindo para impulsionar a inovação no agro brasileiro.

Sclerotinia em soja

O mofo-branco, causado pelo fungo Sclerotinia sclerotiorum, tem sido o terror de muitos sojicultores em diversas regiões do Brasil. Ele está presente em mais de 28% das áreas de produção de soja do País.

3ª edição do Congresso Brasileiro de Direito do Agronegócio será em março

No dia 29 de março, acontecerá a 3ª edição do Congresso Brasileiro de Direito do Agronegócio (CBDA), que tratará de quatro temas fundamentais para sustentar a missão do setor de produzir alimentos nutritivos, fibras e energia com produtividade e sustentabilidade, a fim de contribuir para diminuir a insegurança alimentar e a crise energética no mundo.

Fosfitos podem controlar patógenos de solo e parte aérea

A interação “patógeno-hospedeiro e ambiente” é essencial para a ocorrência de doenças ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!