27.3 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 19, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioAnimaisConsumo de carne suína bate recorde no Brasil

Consumo de carne suína bate recorde no Brasil

Divulgação

O consumo de carne suína no primeiro semestre de 2022 bateu um recorde histórico no Brasil. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população do país consumiu, em média, 18 quilos (kg) da proteína animal entre janeiro e junho deste ano. A título de comparação, o registro foi de 16,9 kg para igual período em 2021.

Essa alta no consumo tem ocorrido de forma gradual nos últimos anos – de 14 kg por habitante em 2010 para 16 kg em 2021, segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) – e sido importante para as indústrias do setor. A Alegra, indústria de derivados de carne suína integrante da Unium, que atua na região dos Campos Gerais, no Paraná, tem acompanhado o movimento e em 2021 registrou o faturamento de R$ 1 bilhão, 20% a mais que ano anterior, com 97 mil toneladas de carne suína processada.

“Existe um aumento no consumo [de carne suína] muito por conta da situação econômica do país. Hoje, a carne suína tem a melhor relação custo-benefício, comparando com aves e bovinos. A introdução da proteína suína nos lares brasileiros está na casa dos 90% e há bastante espaço para crescer”, analisa Luiz Otavio Morelli, gerente comercial da Alegra.

O consumo mais elevado desse tipo de proteína pode ser notado no aumento no número de abate de suínos no Brasil. O IBGE apontou que desde 1997 o Brasil não registrava 14 milhões de cabeças abatidas num único trimestre, como foi contabilizado nos meses de abril, maio e junho de 2022. O número é 7,2% superior ao mesmo período de 2021.

A alta nos abates também tem crescido de forma gradual desde o início da última década. A ABPA aponta que em 2010 foram abatidas 3,237 milhões de toneladas de suínos no país, número que saltou para 4,701 milhões de toneladas em 2021.

“Nos últimos anos, a indústria vem mudando sua relação com o mercado interno. O suíno deixou de ser apenas matéria-prima ou pauta de exportação e começou a agregar valor e buscar atender às necessidades do mercado. Temos, atualmente, um produto mais adequado àquilo que o consumidor espera”, completa Morelli.

Expectativas do setor para fechar 2022 são positivas

Historicamente, os últimos meses do ano são positivos para o mercado da carne suína no Brasil, impulsionados pelas festas de fim de ano. Em 2022, contudo, esses eventos vão ganhar a companhia de outra data que deve movimentar ainda mais o setor: a Copa do Mundo do Catar, realizada pela primeira vez entre novembro e dezembro, um pouco antes do início do verão no hemisfério sul.

56% dos entrevistados para estudo conduzido pela consultoria Meta afirmaram que devem realizar ou participar de churrascos durante os jogos, fator que tem tudo para impactar o mercado de proteína animal no Brasil no período.

“Nesse cenário, a carne suína figura como uma opção competitiva e saborosa para as reuniões familiares e com amigos, com opções como linguiça, costelinha, pernil e picanha, entre outros itens que são alternativas excelentes para o consumidor”, finaliza Morelli.

ARTIGOS RELACIONADOS

Qual o consumo de água do café?

A produção de café requer uma quantidade significativa de água.

Com as cheias no RS pode faltar comida no Brasil

"Um plano de ação governamental consistente e proativo, seria a concessão de crédito emergencial e a ampliação do acesso ao seguro agrícola", diz especialista

Campanha solidária da Lavoro arrecada mais de 70 toneladas de alimentos

Mais de 27 mil refeições serão subsidiadas pelas doações obtidas via PIX Serão contempladas intuições beneficentes de diversos estados, como Tocantins, Rondônia e Minas Gerais

Procura por orgânicos cresce com a pandemia

A procura por alimentos orgânicos, que já vinha aumentando, acelerou com a pandemia. O que se percebe são consumidores mais conscientes, preocupados em saber a origem dos alimentos que consomem e dispostos a comerem de forma mais saudável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!