17.6 C
Uberlândia
quarta-feira, maio 22, 2024
- Publicidade -
InícioNotíciasGraminicida avaliado em áreas de referência mostra nível elevado de controle de...

Graminicida avaliado em áreas de referência mostra nível elevado de controle de invasoras da cana

Herbicida com formulação encapsulada de última geração surpreende pela ação efetiva sobre diversas ervas-problemas do canavial

Divulgação

Introduzido no mercado brasileiro há cerca de três anos, o herbicida-graminicida de marca Sirtaki® 360 CS, da Sipcam Nichino, tem surpreendido especialistas pelo elevado nível de controle de plantas daninhas de alta complexidade da cana-de-açúcar. Conforme a companhia, avaliado em três regiões paulistas de referência da produção canavieira, a solução entregou resultados acima da média, comparada a outros tratamentos.

No entorno de Piracicaba, por exemplo, a tecnologia trouxe de 93% a 95% de eficácia no controle do capim-brachiaria, bem acima de um dos tratamentos-padrão do produtor, que registrou indicadores entre 88,3% e 88,7%. Em áreas de Araras, observado no manejo da mesma invasora, Sirtaki® 360 CS obteve eficácia de 99% a 100%, contra de 93% a 96,7% do padrão.

Já em Sertãozinho, informa a Sipcam Nichino, as análises focaram nas invasoras capim-mombaça, capim-brachiaria e cordas-de-viola. Nesta região, no conjunto dos ensaios, o novo herbicida transferiu controle da ordem de 80% a 100%, igualmente superior aos tratamentos-padrão.

Segundo reforça a Sipcam Nichino, Sirtaki® 360 CS conta com recomendações para invasoras de difícil controle: beldroega, capim-brachiaria, capim-colchão, capim-colonião, capim-marmelada, caruru, corda-de-viola e trapoeraba, entre outras.

Formulação encapsulada

De acordo com a Sipcam Nichino, Sirtaki® 360 CS é descrito como um graminicida sistêmico, seletivo e pré-emergente ancorado no ingrediente ativo clomazone. Para a companhia, o lançamento da solução no país abriu uma nova era em relação à chamada formulação encapsulada (CS), na qual o ativo do herbicida é inserido em microcápsulas menores do que as tradicionais.

“Trata-se de uma versão revolucionária, resistente a atritos”, acrescenta a gerente de marketing da Sipcam Nichino, engenheira agrônoma Carulina Oliveira. “Esta característica dá mais precisão à ação graminicida, até mesmo na palha da cana. A chuva não interfere no desempenho do produto, ao contrário, funciona como um agente ativador”, ela acrescenta.

LEIA TAMBÉM:

ARTIGOS RELACIONADOS

Fisiologia vegetal e respostas à ativação hormonal

Hormônios vegetais podem ser vistos como substâncias produzidas em uma célula que atuam como mensageiros químicos modulando os processos celulares em outra célula.

Colheita mecanizada da cana

Atualmente, 97% da colheita de cana-de-açúcar na região Centro-sul do Brasil é mecanizada.

Mais de 5,5 mil marcas de cachaça

O Brasil tem 5.523 marcas de cachaça e aguardente disponíveis no mercado para comercialização ...

Corteva Agriscience reforça atuação no segmento de cana-de-açúcar

A Corteva Agriscience está fortalecendo a sua atuação no setor de cana-de-açúcar, segunda maior cultura do Brasil, com a contratação de novos profissionais com alto conhecimento técnico e do negócio e um pipeline robusto (produtos que ainda estão por vir).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!