26.6 C
Uberlândia
quarta-feira, fevereiro 21, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosImportância do plástico na colheita automatizada de algodão

Importância do plástico na colheita automatizada de algodão

Fotos: Azulpack

O Brasil é, atualmente, um dos maiores produtores e exportadores de algodão do mundo. Essa posição intensificou-se a partir de 2010, com a chegada em maior proporção de colheitadeiras de enfardamento automático para a extração de fibras do algodão no campo.

Desde então, o processo de colheita conta com maior tecnologia, velocidade, redução de desperdícios e, consequentemente, maior performance. Para tanto, o uso do plástico torna-se indispensável nessa etapa do processo produtivo.

Em áreas com bom preparo de solo e boa produtividade, as colheitadeiras colhem e enfardam, em média, 138 ton de algodão em menos de quatro horas. Os fardos apresentam 2,40 m de diâmetro, 2,40 m de altura e peso que varia entre 2,3 a 2,8 ton/fardo, dependendo do tipo de máquina.

Assim, é fundamental que o filme plástico usado no enfardamento seja de alta performance, uma vez que deve suportar as movimentações no campo durante o processo de colheita, altas temperaturas, chuva, ventos fortes, bem como o transporte até a o processo de beneficiamento das fibras na algodoeira.

Enfardamento

Esses filmes plásticos de alta complexidade de formulação são denominados “wraps“ no mercado algodoeiro e contam com etiquetas de rastreabilidade por rádio frequência, adesivação e sistema de destaque automático. Para um enfardamento perfeito e ininterrupto, é necessária uma plena sincronia dessas particularidades do filme plástico.

A Azulpack, fabricante nacional de filmes plásticos de alta performance em vários segmentos, tomou a decisão de investir no desenvolvimento desse filme para as colheitadeiras de enfardamento automático no setor do agronegócio.

Orgulha-se por ser a segunda empresa no mundo a desenvolver essa tecnologia e a primeira a nível nacional com performance adequada ao processo de colheita automatizada de algodão.

Tecnologia

O Sapphire Wrapp, filme plástico da AzulPack para enfardamento automatizado de algodão, foi desenvolvido em 2017 e tem patente própria requerida. Obedece todas as métricas exigidas pelas três gerações de colheitadeiras automáticas encontradas no mundo, possui telemetria compatível do RFID para rastreabilidade de todo o processo e segurança no fechamento dos módulos.

A Azulpack conta com extrusoras, equipamentos, resinas e aditivos de última geração provenientes dos principais fornecedores mundiais, a fim de garantir confiabilidade e segurança ao processo produtivo. Além disso, conta com profissionais com grande experiência na área de plásticos e controle de qualidade.

O Sapphire Wrapp é fruto de um compromisso baseado na sustentabilidade de todo o processo de fabricação, desde o polietileno 100% virgem até processos de recuperação do material retirado no campo pós-colheita, o que  possibilita ao cotonicultor a segurança e destino correto do material.

Segurança no que faz

Atualmente, são mais de 250.000 hectares de algodão colhidos com o Sapphire Wrap  em mais de 120 propriedades agrícolas espalhadas pelo Brasil, Austrália e Turquia.

A Azulpack também valoriza a satisfação total de seus clientes, e para isso conta com profissionais especializados no agronegócio, com formação agronômica, não somente para um pós-venda eficaz, mas também para apoiar o empresário rural na melhor tomada de decisão de seus investimentos em projetos agrícolas.

Conta com estoques estratégicos para atender aos cotonicultores brasileiros e estrangeiros, tanto na época da safra como nos denominados ‘repiques’ de fim de safra.

“O grande diferencial de nossa companhia, além de tecnologias desenvolvidas com aditivos e resinas de alta performance, é a capacidade de nossos engenheiros agrônomos e técnicos no suporte assertivo às necessidades de nossos clientes. Nosso time externo está diariamente no campo afim de assegurar aos nossos clientes uma experiência positiva, desde a aquisição até o fim da utilização do Sapphire Wrap nas algodoeiras”, afirma a CEO Aline Firmeza Hurtado.

Do Brasil

A Azulpack é uma empresa 100% nacional com quase 50 anos de experiência, transformando resinas termoplásticas. Na divisão do agronegócio, atua com a marca TECH Agro para a gestão de suas tecnologias plásticas agrícolas.

Dentre elas, tem lonas para fardos de algodão e cobertura de fertilizantes; filmes plásticos multicamadas com barreira à passagem de oxigênio para ensilagens de forragens em geral; filmes plásticos multicamadas para estufas agrícolas; mulchings para controle de ervas daninhas e manutenção da umidade de solos; filmes plásticos para cachos de banana; geomembrana para projetos de impermeabilização em reservatórios e canais de irrigação, entre outras tecnologias.

ARTIGOS RELACIONADOS

Semeato faz demonstração da semeadora Sol TT FastFill no Paraná

Na próxima segunda-feira, dia 13 de abril, a fabricante gaúcha Semeato apresenta em Campo Mourão, no Paraná, um de seus lançamentos: a Sol TT...

Cercóspora e ferrugem com os dias contados

    Isadora Bastos Santos Giovani BeluttiVoltolini giovanibelutti77@hotmail.com Graduandos em Agronomia na Universidade Federal de Lavras (UFLA), membros do Núcleo de Estudos em Cafeicultura (NECAF) e do Grupo de...

BASF lança solução para controle de ferrugem asiática e mancha-alvo

Rio Grande do Sul é um dos estados com maior número de registros de ferrugem asiática na safra 2019/20 de acordo com o monitoramento do Consórcio Antiferrugem....

Beauveria controla mosca-branca

  Alessandra Marieli Vacari Engenheira agrônoma e pós-doutoranda na FCAV-Unesp amvacari@gmail.com A mosca-branca é considerada uma das principais pragas que ataca as lavouras de cereais e hortaliças, principalmente...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!