24.9 C
Uberlândia
sexta-feira, abril 12, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosManejo do cultivo de inhame

Manejo do cultivo de inhame

Andreza Lopes do Carmo
Química e graduanda em Agronomia – Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM)
andrezalopesdocarmo@hotmail.com
Victor Augusto da Costa Escarela
Engenheiro agrônomo e mestrando em Produção Vegetal – Universidade Federal de Jataí (UFJ)
victorescarela@gmail.com

Crédito: Renato Massao

O inhame (Dioscorea cayenensis), uma cultura originária da Ásia e África, é um tubérculo com formato irregular e tamanho variado, com polpa esbranquiçada, fibrosa e comestível, casca rugosa com coloração variando do esbranquiçado ao castanho escuro.

Seu uso é destinado principalmente à alimentação humana, sendo um alimento rico em carboidratos complexos e fibras solúveis. Porém, seu uso vem ganhando destaque devido às suas características medicinais, auxiliando no processo de emagrecimento devido ao seu baixo índice glicêmico, melhora a imunidade, reduz colesterol e possui benefícios na conversão hormonal no organismo.

É cultivado principalmente por agricultores familiares, principalmente na região Nordeste do País e algumas cidades da região sudeste. Ademais, se constitui em uma alternativa econômica viável dentro da cadeia produtiva, sendo comercializada no varejo a valores próximos de R$ 6,00/kg.

Porém, é necessário ainda aperfeiçoar as técnicas de cultivo, novas cultivares, melhorias nas técnicas de pós-colheita e principalmente, as formas de comercialização, para agregar valor ao vegetal e estimular o desenvolvimento e aumento da produção.

Panorama

O Brasil se destaca como um dos maiores produtores de inhame da América do Sul, ficando atrás apenas da Colômbia, com valores superiores a 250.000 toneladas. Ressalta-se que no Brasil o Inhame é utilizado no consumo doméstico e exportação, representando 0,6% no mercado internacional, índice baixo, porém alto, quando comparado com demais países.

A região nordeste apresenta elevada produção, liderada pelos Estados da Bahia, Pernambuco, Paraíba, Alagoas e Sergipe. Além do mais, a região sudeste, com o Estado do Espírito Santo, em destaque o município de Alfredo Chaves, é considerada a capital do inhame.

Ambiente favorável

Trata-se de uma cultura que deve ser cultivada em regiões tropicais com precipitações anuais entre 1.000 a 1.600 mm. Quando cultivada sob condições de sequeiro, é necessário o plantio no início do período chuvoso.

Além do mais, é uma cultura adaptada a diversos tipos de solos, dos arenosos aos argilosos, desde que o pH se encontre entre 5,5 a 6,0. Ademais, é necessário realizar um bom preparo de solo antes do plantio, com amostragem, calagem ou gessagem, e adubação de plantio e de cobertura, a fim de garantir uma produção satisfatória ao final do ciclo.

Próximos passos

Crédito: Nuno Madeira

Após a escolha da área e correção do solo, é necessário que o plantio seja realizado na época das chuvas, principalmente se for conduzido em sistema de sequeiro. Deve ser realizada a operação mecanizada para formação de leira ou camalhão para facilitar o desenvolvimento dos tubérculos.

Recomenda-se dar preferência ao uso de túberas -sementes inteiros, os quais devem ser depositados de 5,0 a 8,0 cm de profundidade, em um espaçamento entre plantas de 1,20 x 0,80 metro (10.417 plantas/ha), ou no mínimo de 1,00 x 0,80 metro (12.500 plantas/ha) em sistema de sequeiro.

Já no sistema irrigado é recomendado o uso de espaçamento entre plantas de 1,20 x 0,50 metro (16.667 plantas/ha) ou 1,20 x 0,60 metro (13.889 plantas/ha).

Trata-se de uma cultura que apresenta quatro estádios de desenvolvimento: dormência fisiológica, período do plantio à brotação das túberas-sementes, que varia de 20 a 80 dias. O vegetativo compreende da brotação ao início do florescimento e dura de 80 a 180 dias após o plantio.

Já o reprodutivo é o período do início da floração à secagem das flores aos 180 a 210 dias após o plantio. Maturação é o período do término da floração à colheita, aos 180 dias após o plantio, onde ocorre o murchamento e secagem do caule, ramos e folhas da planta, e colheita dos tubérculos.

Durante toda a fase de produção, o produtor deve se atentar à incidência de pragas e doenças, uma vez que a cultura pode ter sua produtividade reduzida ao se ter a incidência de nematoides, doenças como a pinta-preta, viroses e podridões, além do ataque de formigas, lagartas e broca-do-caule.

Deve ser realizado, ainda, o controle de plantas daninhas para diminuir a competição.

LEIA TAMBÉM:

Erros mais comuns

A maior dificuldade do produtor, que o induz ao erro, é a escolha do material de propagação de forma inadequada. Devem ser selecionadas túberas-sementes que apresentem alto padrão de qualidade, livres de agentes patogênicos e, principalmente, livres de nematoides.

É importante utilizar túberas-sementes que tenham passado de 30 a 60 dias de repouso, e que sejam provenientes de plantas vigorosas e sadias, além de ser priorizado o uso de sementes que tenham de 100 a 150 gramas, para o desenvolvimento mais uniforme das plantas.

Outro erro comum, que deve ser evitado, é o empilhamento do tubérculo após a colheita, uma vez que o contato direto entre eles faz com que aumente a umidade, bem como o sombreamento, favorecendo o desenvolvimento de microrganismos que levam à rápida deterioração e diminuição da qualidade do vegetal.

Novas técnicas

É recomendado o uso de cobertura morta, como folhagens secas, palhas, serragem, casca de arroz, resto de capineiras, dentre outros materiais, que têm por finalidade servir como cobertura do solo, preservando a umidade do solo, aumentando a ciclagem de nutrientes e, principalmente, proteger as túberas-sementes da incidência direta de raios solares e do calor excessivo, principalmente em condições de sequeiro. 

Dicas para mais produtividade

Para aumentar a produtividade do inhame, é importante respeitar o espaçamento recomendado entre plantas, para que seja evitada a competição por luz devido ao sombreamento.

Além do mais, é importante que o produtor realize a análise do solo de sua propriedade para que possam ser realizados ajustes de pH, bem como de macro e micronutrientes presentes no solo, para que a cultura tenha pleno desenvolvimento. Outro fator importante é utilizar, sempre que possível, a adubação orgânica.

Por se tratar de um tubérculo, é importante que o solo da propriedade não apresente compactação, o que pode vir a impedir o crescimento e desenvolvimento dos mesmos, além de deformidades que podem não ser bem aceitas pelo consumidor no momento da compra.

Atentar, ainda, ao processo de corte, técnica utilizada na produção de túberas-sementes de inhame, que consiste na separação da túbera da planta-mãe para facilitar a formação. Esse processo é feito quando as flores estiverem secas e com idade entre seis e sete meses.

A colheita deve ser feita aproximadamente aos 180 dias após o plantio, quando as flores estiverem secas e as folhas amarelas. Essa operação é feita escavando-se covas lateralmente, onde é feito um corte no ponto de ligamento com a parte áerea, separando da planta-mãe.

ARTIGOS RELACIONADOS

Os diferentes sistemas de cultivo do cacau

O cacau (Theobroma Cacao), originário de florestas pluviais tropicais, é uma árvore perenifólia que pode atingir até 8,0 m de altura, apta a clima quente e desenvolve-se bem em temperaturas entre 22º e 26ºC

Campeões de produtividade de soja dão dicas para altas produtividades

A produção brasileira de soja deve alcançar recorde de 133,5 milhões de toneladas na safra 2020/21 e crescer 4,4% em produtidade de acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Principais pragas e doenças da framboesa

O Botrytis, ou mofo cinzento – agente causal Botrytis cinerea, tem sintomas que surgem ...

CNC e Andef debatem pesquisas agroquímicas voltadas ao combate da broca

Os representantes da Andef explicaram que há espaço para a realização de trabalhos de agregação de conhecimento sobre tecnologia de aplicação das moléculas disponíveis para o combate a essa praga do cafeeiro e também das que entrarão no mercado futuramente. Frente a essa informação, o CNC dará encaminhamento às seguintes atividades:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!