20.6 C
Uberlândia
sábado, abril 20, 2024
- Publicidade -
InícioPecuáriaBovinosPecuaristas gaúchos têm solução para combater os carrapatos

Pecuaristas gaúchos têm solução para combater os carrapatos

Pecuaristas gaúchos encontram solução eficaz contra carrapatos no gado.

A posição geográfica e as condições climáticas do Rio Grande do Sul fazem deste estado uma das regiões brasileiras mais afetadas pelos carrapatos, o que impõe altos desafios em manejos e custos de tratamentos ainda mais intensos à pecuária da região. “O Rio Grande do Sul, sem sombra de dúvidas, é o Estado brasileiro onde existe o maior desafio no controle do carrapato”, explica o médico-veterinário Humberto Moura, gerente de marketing da Champion. “O controle tem de ser estratégico, intenso e eficaz. Caso contrário, sua incidência compromete tanto o bem-estar como o desempenho produtivo dos bovinos de corte e de leite”.

Créditos: Divulgação

Segundo dados da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), estima-se que o bovino perde um grama de carne por carrapato ao longo do ano, e nos animais produtores de leite uma perda anual de 95kg de leite por vaca.

Estudos comprovam que a inclusão de Diflubenzuron, cujo nome comercial é Difly S3®, no protocolo sanitário, misturado à alimentação dos bovinos e fornecido no cocho, proporcionam benefícios significativos ao controle dos parasitas.

“À medida que o pecuarista utiliza o produto o número de manejos no gado para combater os carrapatos vai diminuindo, ou aumentado seus intervalos. Isso ocorre porque o Difly S3® contribui para diminuir o número de parasitas que reinfestam os animais, reduzindo o estresse, transmissão de doenças e possibilitando maior ganho em produtividade”, informa Moura.

O modo de uso do produto é muito simples. Basta adicionar no cocho juntamente com o sal mineral ou proteinados para nutrição do rebanho. “Difly S3® é a peça que faltava no protocolo parasitário do Rio Grande do Sul. Um verdadeiro ganho em produtividade e redução dos manejos convencionais de forma simples e sustentável, diretamente no cocho e sem carências para o abate e leite. O consumo diário potencializa sua ação longo do fornecimento os resultados são visíveis”, informa Moura.

ARTIGOS RELACIONADOS

Mosaic Fertilizantes lança solução para otimizar adubação em canaviais

Fertilizante BásicaPro eleva a eficiência do uso de adubos fosfatados

Combate inteligente de queimadas

As imagens e as análises de vídeo inteligentes em tempo real fornecem cobertura ininterrupta e sempre alerta aos primeiros sinais de fumaça.

Campo Limpo e FMC desenvolvem tampa inovadora

A Campo Limpo Tampas e Resinas Plásticas desenvolveu, em parceria com a FMC - empresa de ciências para agricultura com foco em proteção de cultivos -, uma tampa inovadora para embalagens de agroquímicos.

Glicina betaína no combate a estresses abióticos

Muitos pesquisadores estão interessados em estudar a glicina betaína devido aos seus potenciais benefícios agronômicos, especialmente em regiões propensas a estresses abióticos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!