13.6 C
Uberlândia
quarta-feira, maio 29, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasProdutor de grãos no Paraná alcança resultados expressivos com uso de Biotecnologia

Produtor de grãos no Paraná alcança resultados expressivos com uso de Biotecnologia

O produtor Otoni Pacheco, da Fazenda São José, localizada em Clevelandia, PR, tem se destacado pelo sucesso obtido com o uso da Biotecnologia Microgeo

Divulgação

Na busca por soluções inovadoras e eficazes para aprimorar a produtividade agrícola, o produtor Otoni Pacheco, da Fazenda São José, localizada em Clevelandia, PR, tem se destacado pelo sucesso obtido com o uso da Biotecnologia Microgeo. Com mais de 10 anos de experiência na aplicação, Pacheco relata resultados impressionantes em sua propriedade.

O uso do Microgeo foi uma iniciativa do pai de Otoni, Sr. Gil Pacheco, com o objetivo de reequilibrar a microbiologia do solo. Ao longo dos anos, os benefícios se tornaram evidentes. “Notamos uma evolução positiva em nosso solo, principalmente na capacidade de infiltração e retenção de água”, afirma o produtor.

A aplicação da Biotecnologia Microgeo, aliada às práticas de plantio de cobertura e rotação de culturas, contribuiu significativamente para elevar os níveis de matéria orgânica e diminuir a compactação do solo, problemas comuns em áreas de monocultura. Essas melhorias têm sido essenciais na prevenção da erosão e no enfrentamento de condições climáticas adversas, como períodos de seca e altas temperaturas.

“Mesmo com as condições climáticas adversas das últimas safras, obtivemos uma produtividade média acima dos 65 sacos de soja por hectare”, destaca Pacheco. Ele também ressalta a importância de aplicar o Microgeo em duas etapas: no inverno, sobre as plantas de cobertura, e na cultura de verão. A partir da safra 22/23, passaram a aplicar também via sulco, buscando acelerar ainda mais a interação dos microrganismos com a cultura.

A Biotecnologia Microgeo, desenvolvida pela empresa brasileira Microgeo, é uma inovadora forma de nutrir, regular e manter o processo de compostagem líquida contínua (CLC). É a única no mercado capaz de manejar e restabelecer o microbioma do solo. Presente em todos os estados do Brasil e em países vizinhos como Paraguai e Uruguai, a Biotecnologia Microgeo pode ser aplicada de diversas formas, adaptando-se às condições climáticas e às necessidades específicas de cada cultura.

O caso de sucesso de Otoni Pacheco evidencia não apenas a importância do equilíbrio microbiológico do solo, mas também o potencial transformador da Biotecnologia Microgeo na agricultura brasileira. Ao elevar a qualidade do solo, os produtores estão cada vez mais preparados para produzir com eficiência e eficácia, enfrentando desafios e garantindo resultados expressivos.

LEIA TAMBÉM:

ARTIGOS RELACIONADOS

Fazenda de café aposta na biotecnologia e amplia produção

Com a utilização de 100% de fertilizantes biotecnológicos da Superbac, negócio familiar obtém crescimento de 20% na colheita e espera aumento de 50% no longo prazo.

Irrigação de luz: o próximo salto da produção agrícola

A dispersão e o desenvolvimento humano pela Terra foram essencialmente influenciados pela busca por sobrevivência, de tal forma que atualmente o homem ocupa todas as regiões do planeta.

Adubação nitrogenada e potássica com fertilizantes de liberação controlada

Evaldo Kazushi Takizawa Engenheiro agrônomo e consultor da Ceres Consultoria Agronômica evaldo@ceresconsultoria.com.br   Os nutrientes, ao mesmo tempo em que são absorvidos e utilizados pelas plantas, podem também...

Qual a solução para nematoides em milho safrinha?

A presença dos nematoides normalmente passa despercebida durante a safrinha, mas eles podem causar amarelecimento e redução do tamanho das plantas de milho, com produção de espigas sem valor. Para evitar perdas no milho, é preciso controlar os nematoides, e os alvos principais devem ser Pratylenchus brachyurus e P. zeae. O último, porém, não é comum em milho safrinha, pois não coloniza raízes de soja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!