22.6 C
Uberlândia
quinta-feira, abril 18, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosQuais as variedades de abacate?

Quais as variedades de abacate?

As variedades de abacate são diversas, oferecendo opções para todos os gostos e preferências.

Pedro Henrique Ribeiro
Graduando em Engenharia Agronômica – UNESP/Botucatu
pedro.h.ribeiro@unesp.br

Daniele Maria do Nascimento
daniele.nascimento@unesp.br
Engenheira agrônoma e doutora em Agronomia/Proteção de Plantas – UNESP/Botucatu

Marcos Roberto Ribeiro Junior
Engenheiro agrônomo e doutor em Agronomia/Proteção de Plantas – UNESP/Botucatu
marcos.ribeiro@unesp.br

Crédito: Jonas Octávio

A produção de frutos nas plantas de abacate leva um período de três a quatro anos após o plantio, o que requer do agricultor uma cuidadosa consideração de diversos fatores ao selecionar a variedade adequada.

Com o intuito de fazer uma escolha informada, é opção do agricultor plantar algumas árvores de “teste” de diferentes variedades, visando avaliar como elas se adaptam às condições locais. Desta maneira, o agricultor pode fazer uma escolha mais inteligente e aumentar as chances de sucesso no cultivo de abacates.

Avocado

Existem inúmeras espécies de abacate, porém, as mais comuns no Brasil são: Hass (Avocado), Breda, Fortuna, Geada, Margarida, Ouro Verde e Quintal.

O Avocado é a variedade mais consumida no mundo e é também o menor da família dos abacates, o que aumenta o interesse em seu consumo. A variedade Hass tem qualidade superior, tanto em sabor quanto em vida útil.

Sua polpa é altamente concentrada em vitaminas, antioxidantes e sais minerais. É consumido em diversos pratos, principalmente o guacamole e outros pratos salgados. O que o difere das outras espécies é a cor e a textura da casca, que é áspera, rugosa, dura e apresenta uma cor roxa escura.

A safra do Avocado ocorre entre fevereiro e setembro, variando conforme a região. Essa espécie requer cuidado especial, pois está sujeita a ácaros Persea e tripes.

Breda

O abacate Breda é uma variedade com formato de gota e casca lisa, de cor verde brilhante. Sua polpa possui um ótimo equilíbrio entre a quantidade de água e o teor de gorduras saudáveis.

Ele pode ser consumido cortado ou amassado, sendo uma ótima opção em saladas de frutas, guacamole ou em outras misturas de sua preferência. Sua safra ocorre de julho a novembro, no entanto, se a colheita for realizada muito tarde, o abacate Breda pode apresentar uma tendência pronunciada de produzir frutas em um ano e não produzir no ano seguinte.

Fortuna

O abacate Fortuna é uma variedade de cultivada em diversas regiões do Brasil, pois tem uma safra extensa. Junto com o abacate Quintal, ele é um dos maiores da família. Ambos aparecem na mesma época, mas o Fortuna tem uma forma mais curva, lembrando uma vírgula, enquanto o Quintal é mais simétrico.

O abacate Fortuna tem frutos de tamanho impressionante, podendo facilmente atingir 1,0 kg cada. Sua safra vai de fevereiro a agosto, variando de acordo com a região de cultivo. A polpa do abacate Fortuna tem um sabor equilibrado, não tão doce nem tão salgado, o que a torna versátil para diversos preparos culinários.

Geada

O abacate Geada é uma variedade de abacate que se destaca durante o verão brasileiro. Sua safra ocorre entre os meses de dezembro a fevereiro. Diferente do abacate Quintal, o Geada é mais simétrico, sem a formação de um pescoço característico.

Abacate margarida
Crédito: Bruno Leite

Com frutos de casca lisa e formato piriforme, devido à sua baixa quantidade de gordura e alto teor de água, é conhecido por ser mais aguado em comparação a outras variedades e sua polpa amarela e volumosa é ótima para ser consumida gelada.

Margarida

O abacate Margarida possui um corpo com formato redondo e a casca é mais rugosa em comparação a outros abacates da família. A polpa apresenta um tom mais amarelo, acompanhada por um caroço pequeno.

Com uma safra que se inicia em maio e vai até dezembro, essa variedade é encontrada durante boa parte do ano. Sua polpa é saborosa e tem um ótimo rendimento, sendo muito apreciada em sucos e vitaminas.

Ouro verde

O abacate Ouro Verde é conhecido por ter a safra mais curta dentro da família de abacates, que ocorre apenas de junho a agosto. Enquanto a variedade Geada se destaca durante o verão, o Ouro Verde abastece o inverno brasileiro. A casca do Ouro Verde é verde escura e mais rugosa, desempenhando um papel importante ao proteger o conteúdo interno.

A polpa do Ouro Verde é especialmente valorizada por sua textura lisa e ausência de fibras, apresentando um equilíbrio entre maciez e firmeza. Essa característica torna o Ouro Verde ideal para sobremesas, onde sua polpa suave pode ser explorada em diversas preparações.

Quintal

O abacate Quintal é uma presença marcante nas mesas brasileiras durante os meses de março a julho, compartilhando sua temporada com o abacate Fortuna. Assim como o Fortuna, o Quintal possui um peso elevado, mas com destaque para seu alto rendimento, apresentando uma quantidade generosa de polpa em cada fruta.

Assim como foi citado anteriormente, o abacate Quintal possui algumas características que o tornam facilmente diferenciável dos demais, principalmente o seu pescoço alongado e sua casca fina e lisa, chegando a ser brilhante. E no seu interior apresenta também uma textura cremosa que proporciona uma experiência sensorial suave.

Cultivo em vaso

A principal variedade de abacate para ser plantada em vaso é o abacate Breda, por ser uma árvore de pequeno porte, que tem como uma de suas características a possibilidade de ser cultivada e produzir frutas em vasos grandes. O fruto é pequeno e pesa em torno de 200 g.

Outras espécies de tamanho reduzido, como o abacate Geada, também possui possibilidade de ser plantado em vasos, sendo necessário atender os cuidados essenciais, como rega e fertilização adequada e o uso de um recipiente de tamanho apropriado para o desenvolvimento das raízes.

Variedade mais adequada para cada região

Para a seleção da variedade de abacate mais adequada para cada região no Brasil, é essencial levar em conta diversos fatores específicos. A seguir estão algumas orientações para auxiliar nessa escolha:

Clima: verifique as características climáticas da região, como temperatura média, umidade e precipitação. Algumas variedades de abacate, como o Hass (Avocado) e o Breda, são mais adaptadas a climas quentes, enquanto outras, como o Fortuna e o Quintal, podem tolerar temperaturas mais frias.

Altitude: a altitude também desempenha um papel importante. Algumas variedades, como o Hass, têm melhor desempenho em regiões de maior altitude, enquanto outras, como o Quintal, podem se adaptar melhor a altitudes mais baixas.

Resistência a doenças e pragas: é importante verificar a resistência das variedades de abacate às doenças e pragas comuns na região. Por exemplo, o Ouro Verde é conhecido por ser resistente à podridão do colo, enquanto o Quintal apresenta resistência ao ácaro da leprose.

Preferências de mercado e consumo: algumas variedades, como o Avocado, são amplamente conhecidas e populares, enquanto outras podem variar a demanda, dependendo da região.

Polinizadores e floração: algumas variedades de abacate requerem polinizadores adequados para a frutificação. Verifique a disponibilidade de polinizadores compatíveis na região. Além disso, leve em consideração as épocas de floração das diferentes variedades e se elas são compatíveis com o período de polinização adequado para a região.

Consulta a especialistas locais: é sempre recomendável consultar agrônomos, produtores de abacate experientes e órgãos de extensão rural da região para obter informações mais detalhadas sobre as variedades mais adequadas para cada área específica. Eles podem fornecer orientações específicas com base nas condições locais e no conhecimento prático da região.

Crédito: Depositphotos

A escolha da variedade de abacate pode ter um impacto significativo na produtividade e rentabilidade do cultivo. Combinando esses fatores, o produtor pode aumentar suas chances de obter uma produção mais eficiente e rentável.

Escolher variedades adaptadas às condições locais e à demanda do mercado pode resultar em um maior rendimento de frutos de qualidade, além de minimizar perdas relacionadas a problemas climáticos, doenças ou pragas específicas da região.

Melhoramento genético

Existem dois principais métodos utilizados: a seleção massal e o melhoramento por hibridação. No método de seleção massal, as árvores de abacate são cuidadosamente observadas e avaliadas em relação ao tamanho do fruto, sabor, resistência e período de produção.

Os frutos das árvores selecionadas são coletados e suas sementes são utilizadas para gerar novas plantas, as quais passam por testes e avaliações. As plantas que se destacam são selecionadas como novas variedades.

O melhoramento por hibridação é um processo em que, por meio da polinização cruzada entre as flores das plantas parentais selecionadas, duas variedades de abacate são utilizadas para criar uma nova.

Os frutos que resultam são coletados, suas sementes são plantadas e as plantas resultantes passam por uma avaliação quanto às qualidades desejadas. As melhores plantas são selecionadas para futuros cruzamentos e testes adicionais.

ARTIGOS RELACIONADOS

Bayer faz investimentos

A Bayer anunciou os avanços no seu pipeline de projetos e pesquisa, com uma atualização ...

Abacate margarida é melhor opção

Por ser um fruto climatérico com alto índice respiratório, o abacate é considerado um fruto ....

Variedades de abacate: quais as preferidas pelo mercado externo?

O abacateiro Persea americana pertence à família Lauraceae, possuindo três centros de origem: Antilhas, Guatemala e México.

Falta de chuva e clima quente prejudicam produção de abacate no estado de São Paulo

Diminuição da safra é de cerca de 80%, comparada ao ano de 2014 O mês de maio fecha o período de melhor produção do abacate,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!