23.3 C
São Paulo
domingo, julho 3, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Hortifrúti Repolho crespo - A hortaliça da vez

Repolho crespo – A hortaliça da vez

 

O repolho crespo está entre as culturas exóticas que mais vem ganhando mercado no Brasil, principalmente, entre os chefs de cozinha, para o desenvolvimento de pratos diferenciados, chamados gourmets - Crédito Bejo Sementes
O repolho crespo está entre as culturas exóticas que mais vem ganhando mercado no Brasil, principalmente, entre os chefs de cozinha, para o desenvolvimento de pratos diferenciados, chamados gourmets – Crédito Bejo Sementes

Dados do Censo Agropecuário (IBGE) indicam que 26.853 estabelecimentos rurais brasileiros produziram um total de 377.108 toneladas de repolho, em seu último levantamento, realizado em 2006. As regiões Sudeste e Sul contribuíram com 83% desse total, enquanto o nordeste com apenas 6,7%.

Dentre os Estados do Nordeste, os que mais contribuíram com essa produção foram Ceará (11.466 t) e Bahia (6.237 t), os maiores estados em área. E os Estados com menor produção foram Piauí (15 t) e Rio Grande do Norte (26 t). Sergipe, o menor estado, produziu 1.204 t de repolho, o que representou 4,7% da produção da Região Nordeste.

Em meio a essa produção está o repolho crespo, que tem mostrado tendência de aumento de consumo nos pratos brasileiros, especialmente na alta culinária, observa-se que o mesmo acontece com as mini-horticulturas, que têm uma difusão maior entre o público infantil.

Os materiais híbridos são superiores aos cultivares - Crédito Ana Maria Diniz
Os materiais híbridos são superiores aos cultivares – Crédito Ana Maria Diniz

Repolho

Área e Produção, por EDR, em 2013

EDR

Área (ha)

Produção (sc 30 kg)

Araçatuba

15

19.500

Araraquara

5

6.055

Assis

1

2.300

Avaré

1

1.000

Barretos

5

3.500

Bauru

2

1.680

Botucatu

7

11.329

Bragança Paulista

46

52.750

Campinas

24

37.385

Catanduva

1

1.500

Dracena

2

1.490

Franca

3

2.700

General Salgado

1

755

Guaratinguetá

4

4.341

Itapetininga

43

41.910

Itapeva

218

434.850

Jales

2

2.096

Jau

2

2.075

Limeira

9

16.050

Marilia

1

750

Mogi das Cruzes

919

864.897

Mogi Mirim

0

0

Ourinhos

5

8.000

Pindamonhangaba

30

30.500

Piracicaba

5

4.930

Presidente Prudente

19

19.076

Presidente Venceslau

14

11.705

Registro

6

3.750

Ribeirão Preto

0

280

São João da Boa Vista

998

1.892.150

São José do Rio Preto

6

5.600

São Paulo

140

173.500

Sorocaba

4.549

6.682.700

Tupã

2

2.775

Estado de São Paulo

7.083

10.343.879

Fonte: Instituto de Economia Agrícola

 

Tendência

O repolho crespo veio para atender um nicho de mercado específico de agregação de valor para o produtor, que tem como principal vantagem as culturas diferenciadas.

Os tratos culturais começam pela nutrição adequada do solo - Crédito Luize Hess
Os tratos culturais começam pela nutrição adequada do solo – Crédito Luize Hess

Para Ivanilson Scalzer, gerente de Irrigação da Coopeavi Agronegócios, o mercado brasileiro tem potencial para expandir essa produção. “Os produtores ainda continuam, em sua maioria, cultivando o repolho tradicional, mas com a crescente demanda por esse produto, sendo que o preço diferenciado faz a diferença no momento de decisão dos produtores, ou seja, a expansão da produção se dará na medida em que o produtor passar a ter conhecimento dos benefícios de cultivar um produto com valor agregado maior e, ao mesmo tempo, que aumenta a demanda por esses tipos de horticultura“, propõe.

Ele ressalta que, por se tratar de um repolho exótico, seu mercado está resumido a um nicho de mercado, sendo que esse produto não ocupará o espaço do repolho comum, ou vice-versa, “pelo menos não em curto prazo“, prevê.

 

Essa é parte da matéria de capa da revista Campo & Negócios Hortifrúti, edição de Novembro. Clique aqui para adquirir a sua e ler a matéria completa.

Inicio Revistas Hortifrúti Repolho crespo - A hortaliça da vez