28.6 C
Uberlândia
terça-feira, junho 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesSoja editada da GDM com baixa presença de açúcares é aprovada pelo...

Soja editada da GDM com baixa presença de açúcares é aprovada pelo governo colombiano

Divulgação

Mais de R$ 400 milhões investidos, apenas no Brasil. Este foi o orçamento destinados aos programas de P&D pela GDM – uma das maiores multinacionais em melhoramento genético de plantas, sendo responsável pela genética presente em 40% de toda a semente usada na produção mundial da leguminosa – em 2022.

O empenho permitiu o lançamento das duas primeiras sojas não-OGM (Organismos Geneticamente Modificados), criadas no Brasil, para o mercado da América do Sul. A primeira, aprovada em março no país, possui baixa presença dos açúcares rafinose e estaquiose, com o objetivo de aumentar a qualidade nutricional, possibilitando aos criadores menores gastos para a engorda e ganho de peso mais rápido nos animais. Essa variedade foi aprovada também na Argentina, em setembro, e acaba de ser assentida – no dia 9 de dezembro – pela Colômbia.

Já a segunda soja editada, desenvolvida para tolerância à seca, foi aprovada para plantio convencional no Brasil em maio, e em novembro, na Argentina.

Excelência em pesquisa

A GDM é destaque global em melhoramento genético de plantas. Responsável pela genética de 40% de toda produção mundial de soja, investe alto em pesquisa e desenvolvimento e comercialização de variedades. Somente no último ano foram destinados cerca de R$ 400 milhões em pesquisa, apenas no Brasil. Dos mais de 1.000 colaboradores da companhia no mundo, mais de 500 dedicam-se exclusivamente aos programas de Pesquisa e Desenvolvimento. No Brasil, cerca de 64% dos colaboradores são dedicados a P&D.

A empresa já está consolidada como um dos principais provedores de genética para a soja no mundo. Para isso, busca entregar o que há de mais avançado aos multiplicadores e produtores, de forma a garantir ganhos de produtividade e rentabilidade de suas áreas plantadas. O programa de melhoramento genético da GDM é destinado a desenvolver produtos com amplo potencial produtivo, que significa produzir mais dentro da mesma área.

ARTIGOS RELACIONADOS

Agricultores se preparam para planejar safra de soja convencional de 2023/24

A expectativa é que o otimismo no nicho de soja não-transgênica continue pelas próximas safras em Mato Grosso

Crotalária: redução de nematoides

Suzeth Carvalho Sousa - Graduanda em Agronomia – Unicerrado - suzecarvalho10@gmail.com Pauletti K. Rocha - Engenheira agrônoma, mestra em Agronomia e diretora do curso de...

China compra soja de áreas desmatadas

Análise exclusiva mostra que área devastada do tamanho de Recife virou plantação de soja

Lei do Agro

Empresas do agronegócio terão mais seis meses para se adaptarem às novas regulações sobre ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!