21.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 16, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosPlanejamento agrícola para redução de custos

Planejamento agrícola para redução de custos

O planejamento agrícola é essencial para a gestão eficiente de propriedades rurais, visando aumentar a produtividade e reduzir custos

Daniela Andrade
Mestre em Fitotecnia – Universidade Federal de Lavras (UFLA), consultora e gestora em Planejamento e Controle de Produção e Gestão de Dados
daniela.agronomia9@gmail.com

Com o avanço da tecnologia e das técnicas de produção agrícola, o planejamento agrícola se tornou uma ferramenta indispensável para a gestão de propriedades rurais. Por meio dele, é possível traçar estratégias que visam aumentar a produtividade e a rentabilidade da produção, além de reduzir custos e minimizar riscos em caso de imprevistos.

O planejamento agrícola é ferramenta indispensável
Shutterstock

Com o aumento da concorrência e a pressão por redução de custos, este método se tornou essencial para garantir a rentabilidade e sustentabilidade dos negócios rurais. Além disso, as mudanças climáticas e os desafios ambientais tornaram ainda mais urgente a necessidade de adotar práticas sustentáveis e eficientes na gestão das propriedades rurais.

O planejamento é um processo contínuo que envolve a análise e avaliação das condições da propriedade e do mercado, a definição de objetivos e metas, a elaboração de estratégias e ações, e o monitoramento e avaliação dos resultados. Para isso, é necessário um diagnóstico preciso da propriedade e da região, considerando aspectos como a topografia, o clima, o tipo de solo, a infraestrutura, os recursos disponíveis e as oportunidades de mercado.

A partir desse diagnóstico, é possível definir objetivos e metas a curto, médio e longo prazos, consoante as características da propriedade e as demandas do mercado. Os objetivos podem ser relacionados a aspectos como aumento da produtividade, redução de custos, diversificação da produção, melhoria da qualidade e sustentabilidade da produção, entre outros.

Próximo passo

Com base nos objetivos e metas definidos, é possível elaborar estratégias e ações específicas para alcançá-los, que devem levar em conta as particularidades da propriedade e da região.

Dentre as estratégias mais comuns adotadas em um planejamento, podemos citar a escolha de culturas mais rentáveis e adaptadas às condições climáticas e do solo da região, a adoção de técnicas de manejo e irrigação eficientes, o controle de pragas e doenças, a gestão adequada dos insumos e recursos disponíveis, a diversificação da produção, a adoção de práticas sustentáveis e o planejamento financeiro.

A escolha de culturas mais rentáveis e adaptadas à região é fundamental para o sucesso da produção. É importante levar em consideração fatores como o clima, o tipo de solo e as características do mercado consumidor, além de buscar informações sobre as tendências do mercado e as demandas dos consumidores.

A adoção de técnicas de manejo e irrigação eficientes é outra estratégia importante para aumentar a produtividade e reduzir custos. A utilização de tecnologias, como o uso de drones para monitoramento da lavoura, o uso de sensores de umidade do solo e de sistemas de irrigação inteligentes pode contribuir significativamente para o aumento da eficiência do manejo.

Dicas importantes

O controle de pragas e doenças é outro aspecto importante do planejamento agrícola. É necessário estar atento às pragas e doenças que podem afetar as culturas, identificando-as precocemente e adotando medidas de controle adequadas, como a utilização de defensivos agrícolas e o manejo integrado de pragas.

A gestão adequada dos insumos e recursos disponíveis também é uma estratégia importante para reduzir custos e aumentar a eficiência da produção. É necessário planejar a compra de insumos e maquinários com antecedência, buscar fornecedores com preços mais competitivos e realizar a manutenção adequada dos equipamentos.

A diversificação da produção é outra estratégia importante, pois reduz os riscos de prejuízos em caso de imprevistos, como a ocorrência de eventos climáticos extremos ou a queda de preços de uma determinada cultura.

A adoção de práticas sustentáveis, como a utilização de técnicas de agricultura de precisão, a conservação do solo e a utilização de fontes renováveis de energia também contribuem para a redução dos impactos ambientais e para a melhoria da qualidade da produção.

Vantagens

Um dos principais benefícios de se realizar um planejamento agrícola bem-feito é a redução dos custos de produção, que é o maior diferencial entre um produtor que já tem uma cultura de planejamento em sua propriedade de outro que ainda não tem. Essa redução pode ser alcançada devido a todos os benefícios citados anteriormente.

Outro fato interessante é que, atualmente, o setor de planejamento agrícola se expandiu também para a pecuária de corte com cria, recria e engorda e de gado leiteiro. O planejamento pecuário eficaz envolve uma série de estratégias que visam maximizar a produtividade, garantir a saúde e o bem-estar dos animais, melhorar a sustentabilidade econômica e ambiental da operação e otimizar a eficiência geral da fazenda ou propriedade.

Algumas das estratégias comuns incluem seleção genética, melhoria de pastagens, nutrição animal, manejo sanitário, manejo reprodutivo, gerenciamento financeiro e estratégias de mercado e vendas.

As estratégias escolhidas dependerão dos objetivos específicos da fazenda ou propriedade e da realidade do mercado em que está inserida.

O planejamento agrícola ou pecuário contribui para a melhoria da gestão financeira da propriedade rural. Com um planejamento adequado, é possível prever receitas e despesas, estimar o fluxo de caixa e definir estratégias para garantir a rentabilidade da produção.

Um bom planejamento pode garantir para o produtor uma maior previsibilidade da produção. Assim, ele pode acompanhar as tendências do mercado e as demandas dos consumidores, aumentar o poder de negociação, podendo também investir em certificações de qualidade e sustentabilidade, e buscar parcerias com outras empresas e instituições para melhorar a gestão da propriedade.

Tecnologias

 Além dos benefícios já citados, é importante também investir em tecnologias, práticas sustentáveis e fornecer capacitação para a equipe para que todos estejam alinhados aos objetivos e estratégias definidos no planejamento.

Para montar um planejamento agrícola ou pecuário eficiente, é necessário contar com o apoio de profissionais especializados, como engenheiros agrônomos, zootecnistas, veterinários e consultores especializados em gestão rural.

O mercado de agronegócios já percebeu a importância do planejamento agrícola e está em buscando profissionais especializados no assunto.

ARTIGOS RELACIONADOS

Grupo Rovensa lança a Rovensa Next

• Dez empresas do Grupo Rovensa, especializadas em uma gama holística de biosoluções, formarão a nova unidade de negócios global: Agrichembio, Agrotecnología, Idai Nature, Microquimica, MIP Agro, OGT, Oro Agri, Rodel, SDP e Tradecorp, com 16 plantas de produção em todo o mundo e vendas em mais de 80 países.

Míldio em alface mesmo em épocas de verão

Enza Zaden traz um material exclusivo para a Revista Campo & Negócios.

Empresa de engenharia apresenta soluções digitais para o setor agrícola

Multittech possui processos que reduzem custos e fornecem informações em tempo real para aumento da performance e produtividade no campo.

Aminoácidos: Essencialidade para a cebola

A cebola é uma cultura importante no mercado nacional e internacional, fomentando a agricultura brasileira de tal maneira que se faz necessário utilizar ferramentas que incrementem a produtividade dessa cultura, uma vez que a produtividade média do País é em torno de 32 t/ha, enquanto países como Japão e a Argentina a produtividade média ultrapassa as 45 t/ha (IBGE, 2019).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!